fbpx

Empresa limpa praias brasileiras e planta árvores na Amazônia

praias
Ação em Salvador. Foto: Edgar/Papelito

Iniciativa da Papelito, empresa de Brasília, monta mutirões de coleta de lixo e bitucas de cigarro, em praias de três estados brasileiros, todos os domingos até 6 de março

Até o dia 6 de março, três estados brasileiros receberam mutirões de limpeza das praias, para retirada de bitucas de cigarro e lixo. A ação contará com a participação de voluntários, parceiros comerciais e Organizações não governamentais locais, que vão ajudar nesse processo de recolhimento do lixo e encaminhamento dos resíduos coletados para entidades de coleta.

A iniciativa é da empresa brasiliense, Papelito, marca de papéis de enrolar. Essas ações fazem parte do projeto Fevereiro Verde, que
trabalha em três eixos: social, ambiental e de saúde do público. Esse projeto surgiu da preocupação da marca com a sustentabilidade.

O objetivo é reciclar e combater o micro-lixo produzido por bitucas, que hoje é o maior responsável pela poluição dos oceanos, segundo o último relatório da Ocean Conservancy, ONG que promove limpezas anuais em praias de mais de 100 países todos os anos, desde 1986.

As ações de limpeza de praias já aconteceram em Salvador (BA), Florianópolis e em Salvador no dia 20 do último mês. No dia 26 de fevereiro estará em Fortaleza, na praia de Iracema. A finalização será no dia 6 de março, simultaneamente, em Salvador e no município de Camocin no Ceará.

Distribuição de bituqueiras

Para promover a conscientização e incentivar boas práticas, foram feitas parcerias com os pontos de venda da Papelito. Durante esse mês quem comprar um produto Papelito vai ganhar uma bituqueira ecológica. O aparato é feito de papel e serve para que o fumante ao invés de jogar a guimba no chão, poluindo as cidades e meio ambiente, ele mesmo colete sua bituca para descartar em um lixo depois.

De acordo com o consultor de sustentabilidade da Papelito, Kallel Kopp, uma das preocupações da marca é com o resíduo que é descartado como as bitucas, que em decorrência da queima elas concentram uma quantidade de substâncias químicas com grande potencial de desequilibrar o meio ambiente.

Porém, o consultor relata que essa ação da marca tem o objetivo de mostrar para o consumidor final do produto que ele também tem essa
responsabilidade ambiental. “A gente faz essa ação não só para retirar aquele lixo pontual da praia, estamos mostrando pro nosso cliente, pro nosso parceiro, para sociedade em geral que é importante que eles se responsabilizem, que vejam que essa ação se tomada de forma
inconsequente, gera impactos muito negativos”, ressalta Kallel.

Reflorestamento de 100 mil árvores

A Papelito vai começar o plantio de 100 mil árvores em uma das áreas mais desmatadas da Floresta Amazônica, em parceria com Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (Idesam). A ação será em Apuí (AM) e conta com um projeto agroflorestal, onde as áreas reflorestadas vão fornecer sombra a uma plantação de café. O resultado será renda para as famílias de cafeicultores, criação de um café com sabor inigualável e a volta da fauna e flora devastadas.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: