fbpx

Em domingo atípico, a vitória ficou com Max Verstappen

max
Chove chuva chove sem parar. Foto: F1.com

A chuva não deu trégua na Bélgica e prova foi encerrada após três voltas. Verstappen ficou com a vitória e Russell comemorou o primeiro pódio na F1

Max Verstappen venceu mais uma vez na temporada 2021 da Fórmula 1. No entanto, a vitória do piloto da Red Bull foi um tanto… Sem graça. Nada de ultrapassagens, nada de recordes nas trocas de pneu, nada de briga pela volta mais rápida… O holandês saiu dos pits e deu quatro voltas atrás do safety car e a direção de prova deu por encerrado o Grande Prêmio da Bélgica.

Como isso aconteceu? 

Bom, o fim de semana teve uma outra protagonista: a chuva.

Ela apareceu no sábado (28) durante o treino classificatório, mas exatamente no Q3. Lando Norris, piloto da McLaren, estava voando baixo e era um dos favoritos para conquistar a pole na Bélgica. Mas a chuva não deixou.

O jovem inglês bateu forte na Eau Rouge no início do Q3, o que forçou uma paralisação da última parte do treino. Indignado, Sebastian Vettel, que estava logo atrás de Norris, reclamou no rádio, pois o piloto disse que não havia visibilidade suficiente e por isso, a direção de prova deveria ter parado a classificação. 

Preocupado, Vettel chegou a parar o carro para saber se Lando Norris estava bem, afinal, a pancada foi bem forte.

Após o acidente, o treino foi paralisado, mas minutos depois, a direção de prova autorizou o recomeço da classificação. Sem Lando Norris, George Russell roubou a cena, mas no fim, a pole ficou com Max Verstappen. Lewis Hamilton ficou com o terceiro tempo e postou depois do treino: “hoje foi um inferno guiar. Honestamente estava tão escorregadio, baixa aderência e desafiador em termos de tempo. Apesar disso, divertido. Ótimo trabalho do pessoal da frente. Amanhã será outro dia.”  

No domingo (29) faltou a dança do sol e a chuva seguiu firme em Spa-Francorchamps. A largada foi adiada por mais de 3 horas. O início da prova estava prevista para às 10h da manhã, horário de Brasília, e os carros foram mesmo para pista depois das 13h15, também horário de Brasília.

A prova seria por tempo, com uma hora de duração. Mas a chuva seguia forte e a baixa visibilidade colocaria os pilotos em risco. Após três voltas, o Diretor da Prova acionou a bandeira vermelha e decidiu pelo encerramento do Grande Prêmio da Bélgica.

Vitória de Max Verstappen, o holandês falou que vencer é sempre bom, mas não do jeito que foi neste domingo. O piloto ainda reforçou que “para mim na frente a visibilidade era bem melhor, mesmo com o Safety Car à frente, mas os caras atrás de mim não conseguiam ver nada e se alguém saísse na Eau Rouge e voltasse para a pista poderia acontecer uma batida em T em alta velocidade o que não queremos”.

max
Feliz da vida. Russell comemorar o primeiro pódio na F1. Foto: Reprodução/Twitter

George Russell, piloto da Williams, pode comemorar o primeiro pódio dele na Fórmula 1. Sim, ele comemorou. “É uma sensação estranha, porque nunca tive uma corrida como esta na minha carreira, mas um pódio é um pódio e vamos levá-lo de qualquer maneira. Fomos recompensados ​​pelo excelente trabalho que fizemos como equipe ontem. Obviamente se a corrida tivesse ocorrido hoje, teria sido incrivelmente difícil para mantermos a nossa posição, mas você tem que aceitar como vem. Foi apenas na última corrida na Hungria que eu fiz meus primeiros pontos para a Williams e aqui nós estão no pódio no Grande Prêmio da Bélgica! É uma recompensa por todo o trabalho árduo que todos na equipe fizeram nos últimos três anos”, disse George Russell.

O terceiro lugar do dia, Lewis Hamilton falou após a corrida: “Em primeiro lugar, estou muito decepcionado pelos fãs. Não é culpa de ninguém, você não pode controlar o tempo, mas os fãs têm sido incríveis hoje, nos acompanhando o tempo todo, esperando pela corrida e mantendo a energia alta e criando a atmosfera. Eles perderam uma corrida hoje, infelizmente. Eu adoro correr na chuva, mas hoje era outra coisa. Você não conseguia ver o carro à frente, havia aquaplanagem, era tão, tão complicado lá fora . É uma pena porque claro que queria correr e adoro esta pista também. Penso que teria sido uma grande corrida se não tivesse chovido tanto, mas infelizmente não parou (de chover).”

E como fica o campeonato?

Por conta da interferência da chuva, os pilotos levaram apenas a metade dos pontos. Lewis Hamilton segue líder do campeonato com 202,5 pontos e Max Verstappen aparece em segundo com 199,5 pontos.

A próxima etapa será na Holanda, no circuito de Zandvoort, nos dias 3 e 5 de setembro. 

 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?