Eliminatórias: Seleção Brasileira quebra tabu de 35 anos e iguala melhor início de campanha da história

A Seleção Brasileira garantiu os três pontos jogando contra o Paraguai fora de casa, o que não acontecia desde 1985. Além disso, chegou a sexta vitória consecutiva e igualou o feito das “Feras do Saldanha”

Eliminatórias da Copa, Brasil, Paraguai
Brasil derrota o Paraguai no Defensores del Chaco, em Assunção, e quebrou tabu de 35 anos – Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira está fazendo história nas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. Nesta terça-feira (8), os jogadores da amarelinha derrotaram o Paraguai por 2 a 0 e quebraram um tabu de 35 anos. Até então, o último triunfo sobre os paraguaios fora de casa tinha sido em 1985.

O Jogo

Desde então, ambas seleções se enfrentaram em quatro oportunidades, com dois empates e duas derrotas. A vitória de ontem começou a ser construída no início da partida. Aos três minutos, Gabriel Jesus recebeu um belo lançamento de Danilo pela direita, partiu pra cima do marcador e achou Neymar sozinho na área. O camisa 10 do Brasil chutou na saída do goleiro e abriu o placar.

Os paraguaios tentaram responder à altura, mas a melhor oportunidade foi um chute de fora da área do zagueiro Omar Alderete, aos sete minutos, que explodiu no travessão. O Brasil criou outras oportunidades, porém não ampliou o placar. Nos acréscimos da primeira etapa, Richarlison chegou a balançar as redes, entretanto estava em posição de impedimento e por isso o lance foi anulado.

No segundo tempo, o Brasil teve mais dificuldades para penetrar na defesa do Paraguai. Contudo, não deixou de criar oportunidades claras com Marquinhos, de cabeça, aos nove e, novamente, com Neymar aos 18 minutos. O time da casa começou a ter mais controle das ações ofensivas do jogo, adiantando a marcação, mas sem criar uma chance clara para empatar. A oportunidade mais clara foi aos 41 minutos, numa bola que sobrou para o lateral Espínola, mas parou em Ederson.

O Brasil liquidou a fatura no contra ataque. Já nos acréscimos, Neymar avançou pelo meio e rolou para direita, onde estava Lucas Paquetá. O meia bateu cruzado com a canhota, de primeira, no canto direito do arqueiro Antony Silva e comemorou com direito a dancinha com o camisa 10 da Seleção.

Campanha histórica nas Eliminatórias

Com a vitória por 2 a 0, o Brasil deixou para trás mais um tabu dentro do futebol sul-americano. Além disso, a Seleção igualou o seu melhor início na história das Eliminatórias. Os comandados de Tite chegaram a seis vitórias em seis jogos, com 16 gols marcados e apenas dois sofridos.

Esse aproveitamento no início da competição é o melhor desde 1969, quando a Seleção Brasileira, treinada por João Saldanha, venceu todos os seis jogos que disputou rumo à Copa do Mundo de 1970. Ótimas lembranças, afinal o Brasil se sagrou tricampeão mundial no ano seguinte, no México.

Vale lembrar que na época as Eliminatórias eram disputadas em um formato diferente. O Brasil estava no mesmo grupo que Colômbia, Venezuela e Paraguai e venceu as três seleções dentro e fora de casa. A vitória que coroou a campanha impecável foi justamente contra o Paraguai. No Maracanã, a Seleção venceu por 1 a 0, com gol de Pelé, e chegou a essa marca histórica.

Comparação entre os dois melhores inícios da Seleção Brasileira nas Eliminatórias

Copa do Mundo de 1970*

  • Jogos: Colômbia 0 x 2 Brasil; Venezuela 0 x 5 Brasil; Paraguai 0 x 3 Brasil; Brasil 6 x 2 Colômbia; Brasil 6 x 0 Venezuela; e Brasil 1 x 0 Paraguai
  • Vitórias: 6 (100% de aproveitamento)
  • Gols marcados: 23
  • Gols sofridos: 2

*melhor campanha do Brasil na história das Eliminatórias

Copa do Mundo de 2022

  • Jogos: Brasil 5 x 0 Bolívia; Peru 2 x 4 Brasil; Brasil 1 x 0 Venezuela; Uruguai 0 x 2 Brasil; Brasil 2 x 0 Equador; e Paraguai 0 x 2 Brasil
  • Vitórias: 6 (100% de aproveitamento)
  • Gols marcados: 16
  • Gols sofridos: 2
Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?