fbpx

Eliminatórias: Tite fará testes contra o Paraguai

Com a classificação nas mãos, treinador vai aproveitar o confronto para fazer experiências com alguns jogadores no time titular

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil já está garantido na Copa do Mundo do Catar. Agora, Tite quer aproveitar os próximos duelos para melhorar o jogo coletivo e observar o comportamento dos jogadores que estão de olho em uma das 23 vagas no elenco que irá ao Mundial. Nesta terça-feira (1), a seleção brasileira recebe o Paraguai, no Mineirão, em Belo Horizonte. A partida começa às 21h30 (horário de Brasília).

Serão feitas seis trocas em relação ao time titular que empatou por 1 a 1 com o Equador na última quinta-feira (27), em Quito. Contudo, três delas são por necessidade: o lateral Alex Sandro contraiu o novo coronavirus (covid-19), enquanto o zagueiro Éder Militão e o lateral Emerson Royal estão suspensos. Para suprir estás ausências, Tite escalou, no treino de segunda-feira (31), Daniel Alves e Alex Telles nas alas e Thiago Silva ao lado de Marquinhos na defesa.

As outras alterações foram por opção do treinador. Seguindo com o rodízio que vem sendo feito nas Eliminatórias, Ederson assumirá a meta no lugar de Alisson. Os volantes Casemiro e Fred serão poupados. Com isso, Fabinho e Lucas Paquetá terão uma nova oportunidade de começar entre os 11 iniciais após cumprirem suspensão. Substituído no início da partida passada por motivos táticos causados após a expulsão de Emerson Royal contra o Equador, o meia Phillipe Coutinho será mantido na equipe titular.

Escalação provável

A escalação de hoje terá: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Telles; Fabinho, Lucas Paquetá e Phillipe Coutinho; Matheus Cunha, Raphinha e Vinícius Júnior.

“De 2016 a 2018, não houve tempo [para testes]. Hoje, há esse tempo. Inclusive porque fizemos uma campanha [nas Eliminatórias] que nos permite fazer isso. Quer dizer que estamos desprezando o jogo ou o adversário? Absolutamente não. Excelência é hábito, tem de performar, vencer, ser sólido. Bola parada tem de ser boa. Mas ela [campanha] amplia um pouco mais a possibilidade de buscarmos opções entre os atletas jovens ou mais experientes”, afirmou Tite em entrevista coletiva na segunda.

Os adversários

Ao contrário do Brasil, o Paraguai tem raras chances de ir à Copa. Os paraguaios somam apenas 13 pontos e podem chegar aos mesmos 19 pontos do Uruguai, quinto colocado e que, neste momento, estaria na repescagem mundial. Para disputar o torneio, a equipe comandada por Guillermo Barros Schelotto precisa de várias combinações de resultados improváveis. Além de vencer as próximas três partidas, eles tem que torcer para o Uruguai não pontuar e que Colômbia e Chile não ganhem mais. Improvável, não é?

Desfalques e velhos conhecidos

O zagueiro Gustavo Gómez, do Palmeiras, expulso na derrota por 1 a 0 para o Uruguai, na última quinta, será o principal desfalque da Albiroja (como é conhecida a seleção paraguaia). Sem o capitão, Fabián Balbuena, ex-Corinthians, deve formar dupla com Junior Alonso (que atuará em casa, já que defende o Atlético-MG). No meio-campo, Matías Rojas também está suspenso. O provável substituto será Mathías Villasanti, do Grêmio.

Provável escalação

O Paraguai deve ir a campo com: Antony Silva; Robert Rojas, Fabián Balbuena, Junior Alonso e Santiago Arzamendia; Alan Benítez, Mathías Villasanti, Richard Sánchez e Miguel Almirón; Braian Samudio e Carlos González.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: