fbpx

Eletrobras anuncia novo presidente da companhia

Presidente
Créditos: Pedro França/Agência Senado

O novo presidente da estatal foi eleito por assembleia geral extraordinário, disse a empresa por nota

Atualizações do caso Eletrobras: a companhia informou hoje (25) que o atual secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Rodrigo Limp Nascimento, foi indicado para ser o presidente da estatal.

“Após a devida aprovação pela Casa Civil, o Sr. Rodrigo deverá ser eleito como conselheiro de administração, em assembleia geral ordinária, e, posteriormente, deverá ser eleito, pelo Conselho de Administração, como novo presidente da companhia”, diz o comunicado da estatal.

A empresa explicou que Limp foi indicado pelo acionista controlador, não tendo sido selecionado pela assessoria Korn & Ferry, como foi mencionado no comunicado ao público do dia 25 de janeiro de 2021.  Mas em nota, ressaltou que “ele foi avaliado e recomendado pelo Comitê de Pessoas, Elegibilidade, Sucessão e Remuneração, entrevistado e aprovado, por maioria, pelo Conselho de Administração, e atende aos requisitos legais e de qualificação técnica necessários para o cargo.”

Currículo

Limp foi diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) entre maio de 2018 e março de 2020. Formado em direito pelo Instituto Brasiliense de Direito Público – IDP, MBA Executivo em Administração: Gestão em Empresa de Energia Elétrica pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Mestrado em Economia do Setor Público pela Universidade de Brasília (UNB), Pós Graduado em Direito Regulatório de Brasília, pela Universidade de Brasília (UNB) e graduado em engenharia elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Após a devida aprovação pela Casa Civil, o Rodrigo Limp deverá ser eleito como conselheiro de administração, em assembleia geral ordinária, e, posteriormente, deverá ser eleito, pelo Conselho de Administração, como novo presidente da Companhia.

Renúncia

No dia 25 de janeiro, Wilson Ferreira Junior renunciou ao cargo de presidente da Eletrobras por motivos pessoais, segundo informações divulgadas pela empresa estatal. Ele havia assumido o cargo em julho de 2016.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?