fbpx

Dúvidas que costumam surgir ao colocar um apartamento para vender em Brasília

apartamento para vender
Imagem: Unsplash

Veja as respostas para as questões mais frequentes sobre venda de apartamentos em Brasília

Nada mais normal do que querer ter a absoluta consciência do que está fazendo ao tomar uma decisão. Sendo assim, esclarecer tudo e saber a resposta para todas as perguntas que se pode fazer é essencial para saber o que fazer. Quando se trata de colocar um apartamento para vender em Brasília, não é diferente. Algumas dúvidas podem surgir e elas precisam ser respondidas antes de qualquer deliberação.

Portanto, hoje você vai descobrir com a gente não apenas quais são as perguntas mais frequentes que as pessoas fazem ao querer vender um apartamento, mas também a resposta para cada uma delas. Confira o nosso FAQ sobre esse tipo de negociação imobiliária e aproveite para sanar qualquer coisa que esteja impedindo o processo de acontecer.

É mais fácil vender um imóvel vazio do que ocupado?

Muita gente acha que precisa sair do imóvel imediatamente para agilizar a venda. Mas será que isso é verdade mesmo? Bom, no fim das contas, depende de alguns fatores. Os principais são: horário de visita, estado do imóvel e prazos após a negociação.

Uma das grandes dificuldades para realizar a venda de um apartamento ocupado tem a ver com os horários de visita. Isso porque um dono que tenha a agenda apertada e trabalhe em horário comercial geralmente precisa que as visitas ao apartamento fiquem restritas ao fim de semana. Com menos interessados podendo visitar, menos chance de fechamento. Mas se o proprietário tem uma agenda mais flexível, isso deixa de ser um problema.

Outra questão crucial é em relação ao estado em que o imóvel se encontra. Isso porque um imóvel desocupado costuma ser preparado para visitação. Ou seja, ele entra em um estado de conservação mais simples do que com um morador. É bem difícil morar em um local e mantê-lo impecável. Por outro lado, uma pessoa organizada não vai ter problemas com isso.

Para finalizar, uma das preocupações é em relação ao prazo para o proprietário desocupar. Assim que a negociação for finalizada, é possível que o novo dono faça a própria mudança? Com certeza ele estará se perguntando isso. Então é algo que precisa ser contornado.

Posso vender um apartamento financiado?

Talvez essa seja uma das perguntas que mais se ouve quando o tema é a venda de um apartamento. E a boa notícia é a seguinte: sim, é totalmente possível fazer a negociação de um imóvel que ainda não está quitado.

Mas vale dizer que o débito, apesar de não evitar a realização da venda, altera um pouco o processo como um todo. Existem alguns trâmites burocráticos que precisam ser seguidos, mas nada que complique demais a negociação. Basta ter um especialista de confiança ao seu lado para evitar dores de cabeça com isso.

Negócio direto com o proprietário é uma boa ideia?

Não precisar pagar as taxas de mediação para uma corretora pode parecer uma boa ideia, mas muitas vezes se mostra como um barato que sai caro. Isso porque a transferência de um imóvel requer uma série de pequenos processos que precisam ser realizados de uma maneira cuidadosa para que a negociação se concretize.

A não ser que você seja um especialista da área e conheça todos os processos de venda de um imóvel, fazer um negócio direto é uma opção não muito recomendada. Afinal, diversos entraves podem aparecer e o que parecia ser uma forma de garantir um capital a mais pode virar uma enorme dor de cabeça ou, até mesmo, impedir o acontecimento da venda.

Ficou sabendo quais são as dúvidas que costumam surgir ao colocar um apartamento para vender? Descobriu a resposta que precisava? Então aproveite para compartilhar o que descobriu e mande esse texto tanto nos seus grupos de WhatsApp quanto nas suas redes sociais para quem se interessar.

 

AUTORA: Laís Fontana

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?