fbpx

DF terá “passaporte de vacina” para entrada em eventos

DF
DF tem 74% de cobertura vacinal contra a covid-19. Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde

A partir de agora no DF, a apresentação do cartão de vacina será obrigatória para a entrada em eventos esportivos, shows e festivais

Decreto publicado nesta quarta-feira (24) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) prevê a obrigatoriedade de apresentação do comprovante de vacina para a entrada em eventos esportivos, shows e festivais na capital.

L) Shows, festivais e afins: 1. Cumprimento dos protocolos e medidas de segurança gerais estabelecidos no art. 2º deste Decreto. 2. Presença de público restrita para:

1. Pessoas imunizadas contra a COVID-19, após quinze dias do recebimento da segunda dose da vacina ou da dose única, nos casos indicados pelo fabricante, mediante comprovação de imunização.

2.2. Ficam excluídas da apresentação do comprovante de vacinação as pessoas que não podem tomar a vacina em virtude das orientações das autoridades sanitárias, mediante comprovação da impossibilidade.

3. A verificação e fiscalização dos cartões de vacinação do público que adquirir o ingresso ficará sob responsabilidade da entidade organizadora do evento e, nos casos de arenas, ginásios ou estádios concedidos aos particulares, também da concessionária que administra o local.

O DODF ainda traz atualizações com relação aos protocolos sanitários adotados para controle da pandemia do coronavírus, mas as regras já são bem conhecidas: o uso de máscara em ambientes fechados, a higienização dos espaços, o respeito ao distanciamento social, que passa a ser de um metro. 

O DF já passou da marca de 74% da população com ciclo vacinal completo e índice de transmissão, de acordo com o governo local, está em 0,76, o que indica desaceleração da pandemia.

Assim, a partir de agora, uma vez que o novo decreto entra em vigor a partir da publicação, não há redução da capacidade de público em cinemas, restaurantes, eventos, como acontecia até então. No entanto, os estabelecimentos precisam respeitar o distanciamento de um metro entre as pessoas.

A nova norma também libera a volta das pistas de dança e os restaurantes podem voltar a usar guardanapos de tecido e também, itens de uso coletivo, como cafezinho e degustação.

Os organizadores de evento precisam estar atentos às mudanças e poderão voltar a fazer a venda de ingressos para eventos pagos presencialmente, sem ter que demarcar organização das filas.

A fiscalização será realizada pela Secretaria DF Legal e Vigilância Sanitária.

*Com informações da Agência Brasília

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?