fbpx

Copa América: Conmebol busca vacinas para permitir público no estádio

A Conmebol está trabalhando em conjunto com o governo da Argentina e da Colômbia para colocar o torcedor no estádio já na Copa América

O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguéz
O presidente da Conmebol, Alejandro Dominguéz – Foto: Reprodução/Twitter

A pandemia da Covid-19 fez com que a Copa América fosse adiada para este ano, devido ao alto índice de contágio, mortes e nenhuma solução efetiva para acabar de vez com o coronavírus. Contudo, o torneio será realizado no meio do ano, entre os dias 13/06 a 10/07, em cidades da Argentina e da Colômbia – a separação dos grupos por países também se deu em virtude da pandemia.

Nesta terça-feira (23), a Conmebol anunciou que trabalha em parceria com os governos dos países sede da Copa América para obter vacinas contra a Covid-19. Com a população vacinada, seria possível permitir o acesso do público aos estádios durante a competição.

Os países do continente estão em uma corrida contra o tempo para comprar o maior número possível de doses para imunizar suas respectivas nações, enquanto o coronavírus continua avançando na região.

Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol, afirmou, durante seu discurso no 74º Congresso da Conmebol, que o avanço da vacinação nos países que sediarão o torneio poderá ajudar os estádios a terem torcedores nas arquibancadas depois de muito tempo.

“Estamos a dias de começar nossa próxima edição da Copa América em um novo formato e com dois países que são tremendamente fanáticos por futebol e que estão ansiosos para nos receber”, disse Domínguez.

“Estamos trabalhando em conjunto com os dois Governos para conseguir o máximo de vacinas possível para que nossos estádios também tenham a oportunidade de receber o público que torce por suas estrelas”, acrescentou o presidente.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?