fbpx

Aumento do bruxismo na pandemia

bruxismo
Foto: divulgação

Provavelmente você já deve ter escutado sobre o Bruxismo, ou até conhece alguém que teve que lidar com ele, ou em outro caso foi pego de surpresa ao ir ao dentista e descobrir que estava com Bruxismo

O Bruxismo nada mais é que uma atividade parafuncional que inclui o apertamento ou ranger dos dentes, essa atividade é realizada pelos músculos da mastigação e podem ocorrer de dia e de noite, podem trazer diversas consequências para os pacientes como: lesão periodontal, distúrbios da articulação, dor muscular, dor de cabeça e de dente.

Para se ter uma ideia da movimentação, no Google a busca pelo termo “bruxismo” bateu recorde de registros neste período. O último mês em comparação com dezembro de 2019 teve um fluxo de pesquisa muito alto, um aumento de 90% de procura por clínicas odontológicas.

Para Fernanda Alves, empresária e confeiteira o bruxismo já era algo conhecido e que já havia feito tratamento há cerca de 4 anos, porém durante a pandemia viu o bruxismo aumentar para um caso muito severo, com estreitamento dos dentes, perca de dente e fortes dores de
cabeça. Que veio devido a uma carga emocional muito grande de estresse e ansiedade decorrentes da pandemia.

Para o Dr. Lucas dentista da Clínica Lac Vitae em Planaltina, viu a procura aumentar durante a pandemia, ele explica que com muitas pessoas em home office e uma carga de estresse e preocupação muito grande, o ranger dos dentes virou algo feito involuntariamente durante todo o dia e as consequências e desgastes são bem maiores. Um dos conselhos do Dr é: Fique de olho nos sinais, sentir dor nunca é normal, se as dores de cabeça e dores musculares e no maxilar começarem a aparecer, é recomendado procurar um médico para entender o motivo por trás disso e atuar na causa diretamente.

Muitas vezes o bruxismo diurno, que ocorre durante o dia está ligado a fatores psicológicos como estresse e ansiedade, já que o paciente tende a contrair excessivamente os músculos da face. Quando o paciente está muito envolvido em situações de estresse e muita carga
emocional é recomendado que além do tratamento com placa de bruxismo ele faça um acompanhamento com um psicólogo.

Como não há cura para o bruxismo, existem alguns tratamentos disponíveis que ajudam bastante quem passa por isso, a primeira opção é a placa de bruxismo ou a toxina butulica, explica o Dr. Guilherme. Sendo de suma importância que o paciente procure um profissional
para indicar a melhor maneira de tratar.

Outra opção para o tratamento é utilizando o tratamento multidisciplinar que envolve diversos especialistas, além do próprio cirurgião dentista, que podem ajudar nesse processo e redução do impacto na vida do paciente.

Em todos os casos — de maior ou menor complexidade — é indicado manter hábitos saudáveis, como exercitar-se regularmente, buscar uma alimentação saudável para atenuar o problema. Também tem impacto positivo realizar a chamada higiene do sono, que consiste em
não usar aparelhos eletrônicos antes de dormir, evitar tomar café e evitar o consumo de álcool.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?