Arena Corinthians apresenta novidades para prevenção da Covid-19

Com a volta do futebol, as federações e os clubes estão trabalhando para criar um protocolo com medidas rigorosas de segurança, tudo para que os estádios possam ser espaços livres de contágio do novo coronavírus.

Nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, durante o jogo válido pelo Campeonato Brasileiro, Corinthians e Fortaleza, serão apresentadas as novidades que foram desenvolvidas em parceria com as empresas ComplexSys e ChromaLíquido.

Cadeira com o novo tecido antibacteriano e antiviral

“É fundamental construir um protocolo de medidas para que possamos proporcionar segurança aos atletas, colaboradores e, em breve, aos torcedores”, diz o superintendente de Marketing, Caio Campos.

Todos as cadeiras e bancos, tanto da imprensa quanto dos atletas, foram revestidos com tecidos confeccionados a partir do fio Amni®️ Virus-Bac OFF, que possui alta tecnologia, com ação antibacteriana e antiviral, inclusive para os vírus envelopados, como são classificados os vírus influenza, herpesvírus, coronavírus, entre outros.

“O tecido produzido com o novo fio é o único indicado para uso intenso, por causa do efeito permanente da ação antiviral e antibacteriana, resistindo a atritos, higienizações e lavagens constantes, como exigem os assentos e demais revestimentos em estádios de futebol”, enfatiza Leandro Capucho, CFO da ChromaLíquido.

Também foram instalados equipamentos de raios ultravioleta UV-C, capazes de eliminar 99,99% dos vírus e bactérias em ambientes fechados, nos vestiários dos atletas e escadas rolantes.

Todos os ambientes foram sanitizados com 24h de antecedência, com produtos que não deixam resíduos, cheiro, mancha ou causem qualquer tipo de alergia em humanos.

O vestiário também foi revestido para dar mais segurança aos jogadores

“Estamos apresentando apenas algumas das nossas soluções. Nosso objetivo é expandir esse protocolo para outras áreas e segmentos, como escolas, hospitais, escritórios, e demais estádios do país. Queremos tornar os ambientes mais seguros, não apenas para a covid-19, mas para outras doenças infectocontagiosas também”, diz Eduardo Franco, CEO da ComplexSys.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?