fbpx

Anvisa aprova uso da CoronaVac para crianças e adolescentes

estudo, adolescentes
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Crianças e adolescentes entre 6 e 17 anos podem ser vacinados com a CoronaVac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a aplicação da vacina contra a covid-19 da CoronaVac (Butantan/Sinovac) em crianças e adolescentes com idades entre 6 e 17 anos. No entanto, a decisão da agência deixou de fora os menores imunossuprimidos, com baixa imunidade, este grupo não poderá receber o imunizante.

A vacina aprovada é a mesma que já está sendo aplicada em adultos, não será necessária nenhuma adaptação como aconteceu com a Pfizer. O intervalo recomendado entre as duas doses será de 28 dias. Crianças e adolescentes com comorbidades podem ser vacinados.

Pelas redes sociais, o Instituto Butantan, fabricante do imunizante no Brasil, comemorou a aprovação da Anvisa. Os estudos conduzidos na China com crianças e adolescentes de três a 17 anos comprovaram a segurança e eficácia da vacina. Na fase 1 do ensaio clínico, 100% dos jovens apresentaram anticorpos, e na fase 2, 96% tinham anticorpos.

A fase 3 está em andamento e mais de 4 mil crianças e adolescentes de vários países, como Chile, Malásia e África do Sul, participam dos testes. Os primeiros resultados se mostraram promissores, de acordo com o Instituto Butantan, que lembrou que os ensaios clínicos apresentaram resultados melhores do que em adultos, e na China, já foram aplicadas 211 milhões de doses da CoronaVac em crianças.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usou as redes sociais para comentar a decisão da agência. “A Anvisa autorizou o uso emergencial da vacina Coronavac em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. Todas as vacinas autorizadas pela Anvisa são consideradas para a PNO. Aguardamos o inteiro da decisão e sua publicação no DOU.”

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: