Zoo de Brasília apresenta o novo morador

zoo
Divulgação

O mais novo morador do Zoo de Brasília é uma primata. Nascido no dia 31 de agosto, o filhote é o primogênito do casal Lipe e Bel, da espécie bugio-de-mãos-ruivas (Alouatta belzebul). 

O filhote está com os pais e a equipe do Zoológico conta que a única intervenção necessária até então, foi na alimentação da mãe. Por estar amamentando, Bel tem um reforço nas refeições.

Ainda não será possível conhecer o novo morador. Por conta da pandemia, o Zoológico de Brasília segue fechado para visitação.

Lipe e Bel

Quando chegaram ao Zoo em 2016, eles eram ainda filhotes. Lipe e Bel ficaram sem um lar por conta dos impactos ambientais gerados pela Usina Hidrelétrica de Belo Monte (PA). 

Infelizmente, a espécie bugio-de-mãos-ruivas, nativa da Amazônia e Mata Atlântica, aparece na lista de ameaçados de extinção, isto porque houve uma queda de 30% na taxa populacional nas últimas três gerações.

Por isso, o Zoo comemora a chegada do primogênito do casal. A reprodução em cativeiro é uma estratégia importante para garantir a manutenção da espécie.

O diretor de mamíferos do Zoo, Filipe Reis, explica que o filhote deve permanecer no Zoológico de Brasília, para contribuir na conservação da espécie. “A ideia é que seja feito um trabalho em conjunto com outras instituições para manter a qualidade genética e demográfica dessa espécie em busca de uma população sob cuidados humanos viável para um programa de conservação”, conta.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?