fbpx

SunSmart Global UV: app que ajuda a proteger dos perigos do sol

app, uv, SunSmart
Foto: Pixabay

O novo app fornece previsões meteorológicas e UV e destaca os intervalos de tempo em que a proteção solar é necessária

Um novo aplicativo para telefones celulares que fornece informações localizadas sobre os níveis de radiação ultravioleta (UV) foi lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização Meteorológica Mundial (OMM), Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT). O aplicativo SunSmart Global UV fornece previsões meteorológicas e UV de cinco dias em locais pesquisáveis. Ele destaca os intervalos de tempo em que a proteção solar é necessária com o objetivo de ajudar as pessoas em todo o mundo a saber quando usar proteção solar, em um esforço para reduzir a carga global de câncer de pele e danos oculares relacionados aos raios UV.

O app está disponível gratuitamente nas lojas Apple App e Google Play . Ele oferece opções personalizadas para que os usuários possam tomar medidas para proteger a exposição prolongada e excessiva aos raios UV, uma das principais causas de câncer de pele e outras doenças relacionadas aos raios UV. O aplicativo permite a inclusão de fluxos de dados nacionais e locais e a adaptação para vários idiomas – atualmente está disponível em chinês, inglês, francês, russo, holandês e espanhol.

“As evidências mostram que a superexposição aos raios UV é a principal causa de câncer de pele. Portanto, é vital que as pessoas saibam quando e como se proteger”, disse Maria Neira, Diretora da OMS, Departamento de Meio Ambiente, Mudanças Climáticas e Saúde. “Encorajamos todos a usar o aplicativo para proteger a si mesmos e seus filhos, e fazer disso um hábito diário.”

Globalmente, estima-se que mais de 1,5 milhão de casos de câncer de pele (melanoma e não-melanoma combinados) foram diagnosticados globalmente em 2020. Durante o mesmo período, mais de 120.000 pessoas em todo o mundo perderam suas vidas para esta doença altamente evitável. Um dos principais fatores que contribuem para esses cânceres é o excesso de radiação UV do afinamento da camada de ozônio estratosférico da Terra, resultante da liberação de certos produtos químicos artificiais. Sob o tratado internacional conhecido como Protocolo de Montreal, todos os Estados-membros da ONU estão eliminando gradualmente a produção e o consumo dessas substâncias de acordo com um cronograma específico. Como resultado desses esforços contínuos, projeta-se que o nível de ozônio se recupere até meados do século. Enquanto isso,

“O Protocolo de Montreal protege a camada de ozônio estratosférica que, por sua vez, protege a saúde humana e o meio ambiente, bloqueando a maior parte da radiação ultravioleta nociva do sol de atingir a superfície da Terra. O câncer de pele pode resultar da exposição excessiva ao sol, por isso é imperativo que todos permaneçam vigilantes e se protejam adequadamente com chapéus e protetor solar. O aplicativo SunSmart é uma ferramenta fantástica de monitoramento de UV, e eu encorajo todos a usá-lo”, aconselha a Sra. Meg Seki, Secretária Executiva do Secretariado de Ozônio do PNUMA.

Todo mundo precisa de um pouco de sol, principalmente para a produção de vitamina D, que ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças ósseas como raquitismo, osteomalácia e osteoporose. Mas muito sol pode ser perigoso – e até mortal. Os meses de verão escondem um perigo real.

O UV App foi lançado para coincidir com o primeiro dia de verão no hemisfério norte. Ao aumentar a conscientização do público e ajudar a reduzir a incidência de câncer de pele, este aplicativo apoia o alcance do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 3 da ONU, que visa garantir uma vida saudável e bem-estar em todo o mundo até 2030.

“Este aplicativo combina conhecimentos meteorológicos, ambientais e de saúde para ajudar a proteger as pessoas do sol tanto no trabalho quanto no lazer. Ele é único porque usa dados de estações meteorológicas e de medição de UV em nível de país para fornecer leituras precisas e específicas do índice UV”, disse o secretário-geral da OMM, professor Petteri Tallas. “É um grande exemplo de ciência a serviço da sociedade.”

Muitas das doenças e mortes relacionadas aos raios UV podem ser evitadas por meio de um conjunto de medidas simples de prevenção:

  • Limite o tempo ao sol do meio-dia
  • Procure sombra quando os raios UV são mais intensos
  • Use roupas de proteção, chapéus e óculos de sol
  • Use um protetor solar de amplo espectro de proteção solar

Proteger as crianças de longos períodos ao sol é particularmente importante, pois a exposição excessiva ao sol durante esses primeiros anos pode aumentar significativamente o risco de doenças relacionadas aos raios UV mais tarde na vida.

“Este aplicativo é uma ferramenta útil para auxiliar empresas e trabalhadores na identificação de trabalhos perigosos e no planejamento de medidas de segurança e saúde. A Conferência Internacional do Trabalho adotou em 10 de junho uma Resolução reconhecendo um ambiente de trabalho seguro e saudável como um novo Princípio Fundamental e Direito no Trabalho. É um apelo global para maiores esforços para prevenir lesões e doenças relacionadas ao trabalho. Ferramentas como o SunSmart Global UV são uma pequena, mas útil contribuição para este esforço”, disse Vera Paquete-Perdigão, Diretora do Departamento de Governança e Tripartismo da OIT.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: