fbpx

SP: “Pedro e o Lobo” em cartaz de 12 a 17 de outubro

De 12 a 17 de outubro, o Giramundo e o Theatro Municipal de São Paulo promove apresentações de “Pedro e o Lobo”, de Sergei Prokofiev, com orquestra e projeção de cinema de animação. A temporada marca período marcante para ambos: 50 anos de Giramundo e 110 anos de Theatro Municipal

A primeira colaboração entre as instituições data de 1991, com a apresentação da ópera de bonecos “A Flauta Mágica”, e o reencontro artístico promete uma nova experiência musical e visual para as crianças. Sobre este novo projeto, Marcos Malafaia, um dos diretores do Giramundo, declara: “Pedro e o Lobo no Theatro Municipal pode ser considerado uma estreia, mesmo contando com imagens dos bonecos originais criados por Álvaro Apocalypse em 1994. Isso porque, na versão 2021, com orquestra sinfônica, os bonecos foram reconstruídos digitalmente, o que faz dessa versão a primeira dentro do repertório do grupo a ser realizado sem o uso de bonecos “físicos”, materiais, manipulados por marionetistas em tempo real.” Esse ineditismo faz do espetáculo o primeiro do repertório do Giramundo realizado sem o uso de bonecos “físicos”, manipulados por marionetistas durante as apresentações. As marionetes originais estarão sendo expostas no Theatro, e o público poderá conferir de perto a inspiração da animação que será projetada durante a execução da peça.

A nova versão “Pedro e o Lobo” é um espetáculo de projeção mapeada, no qual os bonecos digitais são animados previamente e sincronizados à performance da orquestra, como se um filme acompanhasse a música. Por este motivo, o projeto vem sendo tratado pelo Giramundo como “uma ‘cine-sinfonia’, uma junção do cinema de animação com a música erudita, fusão de repertório musical clássico às novidades tecnológicas no campo do vídeo e da animação de bonecos”, explica Malafaia.

A nova montagem mantém os propósitos da peça musical de Prokofiev, de 1936, de aproximar as crianças das diversas sonoridades componentes de uma orquestra, associando timbres e naipes de instrumentos (cordas, madeiras, metais e percussão) a cada um dos personagens da história.

Os concertos têm a regência dos maestros Jamil Maluf e Thiago Tavares, direção de Marcos Malafaia e Ulisses Tavares, produção do Theatro Municipal de São Paulo, animação do Estúdio Giramundo e design de bonecos originais de Álvaro Apocalypse.

Serão ao todo cinco apresentações do cine concerto: no feriado do dia 12 (terça-feira) e no domingo (17), às 11h, na quarta (13) e na sexta (15), às 19h, e no sábado (16), às 17h. Os ingressos custam R$ 40 (R$ 20 meia) e devem ser adquiridos exclusivamente no site: theatromunicipal.org.br. As apresentações presenciais no Complexo Theatro Municipal de São Paulo, abertas ao público, estão sendo realizadas com capacidade reduzida de até 30% da casa como medida a garantir a segurança das pessoas e o distanciamento entre os assentos. O Theatro Municipal de São Paulo é um equipamento da Secretaria Municipal de Cultura administrado pela organização social Sustenidos por meio de contrato de gestão firmado com a Fundação Theatro Municipal.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?