fbpx

OMS: Ômicron não pode ser classificada como leve

OMS
Foto: Christopher Black/OMS

Diretor-geral da OMS fez o alerta nesta quinta-feira (6) sobre a nova variante

A variante Ômicron vem sendo considerada a responsável pelo aumento de casos de covid-19 por todo o mundo. Hoje, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom, fez o seguinte alerta: apesar de provocar formas menos graves do que a Delta, a nova variante não pode ser classificada como leve.

Durante entrevista realizada nesta quinta-feira, Adhanom fez um novo apelo por maior equidade global na distribuição e também, no acesso às vacinas contra a covid-19.

Uma projeção da OMS indicou que 70% da população mundial estará totalmente vacinada até a metade deste ano. No entanto, com a taxa atual de distribuição de vacinas, pelo menos, 109 países não conseguiram cumprir a meta estipulada pela organização.

Segundo os dados do Our World In Data, 58,8% da população mundial já recebeu pelo menos 1 dose da vacina contra a covid-19. E 9,33 bilhões de doses foram aplicadas mundialmente. 

Entre os países que lideram o ranking da vacina estão:  Estados Árabes Unidos, Cuba, Portugal e Chile.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?