fbpx

MEC anuncia datas e edital do 1º processo seletivo do Sisu

Sisu
Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Candidatos terão que ter feito o Enem 2020 e não podem ter zerado a redação

O Ministério da Educação (MEC) anunciou as datas do Processo Seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A pasta informou que a edição do 1º semestre de 2021 ocorrerá nos dias 6 a 9 de abril. Estudantes participarão exclusivamente pela página do Sisu. Cronograma e regras podem ser vistos no Edital Nº 10, publicado hoje (11), no Diário Oficial da União (DOU).

Como nos anos anteriores, é exigido que o candidato tenha realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição 2020. Outras normas são referentes a nota da redação, que precisa ser superior a zero e o estudante não pode ter participado da prova na condição de treineiro.

A professora de cursinho pré-vestibulares, Roberta Firmino, ponderou a importância de rever as prioridades na hora de optar pelo curso. ” É fundamental que você analise muito bem as suas escolhas e defina apenas as opções que você realmente quer e pode cursar. Afinal, se você for classificado em uma opção de curso que não deseja tanto assim, não poderá optar por ficar na lista de espera e ser convocado nas próximas chamadas.”, disse a educadora.

O resultado da chamada única da primeira edição de 2021 será publicado no dia 13 de abril. De 14 a 19 de abril, abre o período para o aprovado efetuar a matrícula ou registro acadêmico na instituição de ensino no qual foi selecionado.

Quem não conseguir a seleção, pode tentar uma nova chance por meio da lista de espera. O prazo para manifestar interesse será de 13 a 19 de abril.

O programa

O Sisu é o sistema informatizado do MEC, no qual as instituições públicas de educação superior, sejam elas federais, estaduais ou municipais, oferecem vagas a serem disputadas por candidatos inscritos em cada edição da seleção. Os candidatos são selecionados para as opções de cursos indicadas no ato de inscrição, de acordo com a melhor classificação de nota obtida no Enem.

O candidato escolhe até duas opções de curso. É possível alterar suas opções durante as inscrições. As vagas serão distribuídas obedecendo a Lei de Cotas (Lei 12.711/2012) e, como política de ações afirmativas, algumas instituições oferecem vagas reservadas e outras adotam bônus na nota do candidato.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?