fbpx

Doutores da Alegria prepara retorno aos hospitais do RJ

doutores
Bloco de Carnaval dos Doutores da Alegria. Foto: Divulgação

Os artistas do Doutores da Alegria voltarão a espalhar sorrisos com apresentações presenciais em hospitais do Rio de Janeiro

A partir do fim de março deste ano, sete hospitais municipais e estaduais do Rio Janeiro voltarão a contar com um reforço importante na recuperação dos pacientes: as apresentações dos artistas do Doutores da Alegria.

A associação, que atua há 30 anos nos hospitais públicos, divulgou neste mês quais foram os artistas selecionados do edital Plateias Hospitalares de 2022. Nesta edição, foram 54 inscrições nas categorias Artes Cênicas, Música e Dança. 

Foram 19 grupos, companhias e artistas selecionados que vão apresentar suas criações para pacientes, acompanhantes e funcionários dos hospitais no estado do Rio de Janeiro, conforme a lista: 

  • Bagunço – Pílulas Sonoras, o cortejo hospitalar do Bagunço;
  • Cia de 2 – Balangandã de histórias;
  • Cia de Palhaços Etcétera e Tal – Pela Ponta do Nariz;
  • Cia Doispralá Doispracá – Por que o céu é tão longe;
  • Cia Sapato Velho – (En) Cantando através de Clássicos;
  • Cia Sapato Velho – Ho Ho Ho com Há Há Há;
  • Cia Teatral Milongas – Conversas Inversas Histórias Diversas;
  • Circo Dux – Telepático;
  • Conexão do Bem – Cortejo Conexão do Bem;
  • Estrela Prateada – Cortejo Estrela Prateada;
  • Ilana Pogrebinschi – Contos para fortalecer a coragem;
  • Juliana Correia – Um mar de histórias;
  • Léo Gaviole – O Circo do Seu Leo;
  • Maravilhá – Maravilhá! Cancioneiro Brincante;
  • Núcleo Na Gema – Kê Gracinha;
  • Orquestra Circônica – Cortejo de Carnaval da Orquestra Circônica;
  • Os Ciclomáticos Cia de Teatro – A Farra do boi-bumbá;
  • Palhaço Funil – O menor picadeiro do mundo;
  • Papa Vento – Histórias que curam.

As apresentações presenciais estão previstas para serem retomadas no final de março, nos sete hospitais atendidos, do município e do estado do Rio de Janeiro. O período previsto é de março de 2022 a julho de 2023, em um calendário montado pela Associação e previamente acordado entre os hospitais e as companhias artísticas.

O projeto Plateias Hospitalares foi criado, em 2009, por Doutores da Alegria, com o objetivo de promover o acesso à cultura por meio de uma programação voltada a pacientes adultos e idosos, crianças e comunidades do entorno de hospitais públicos do estado do Rio de Janeiro. A ideia é trabalhar para que, cada vez mais, o hospital seja um espaço não somente de cuidado, mas de promoção da saúde em que a arte é coadjuvante.

Inspirado no projeto americano Hospital Audiences, o Plateias Hospitalares tem parceria com a Secretaria de Estado da Saúde do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Saúde. Em treze anos de existência, já foram realizadas mais de 500 apresentações, envolvendo mais de 300 artistas, para mais de 100 mil pessoas.

As apresentações serão realizadas nos seguintes locais:

Hospital Estadual Adão Pereira Nunes Saracuruna / Duque de Caxias 

Hospital Estadual Alberto Torres / São Gonçalo 

Hospital Estadual Azevedo Lima / Niterói

Hospital Estadual Eduardo Rabello Campo Grande / Rio de Janeiro 

Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart São João de Meriti / Rio de Janeiro Hospital municipal da Piedade Piedade / Rio de Janeiro 

Instituto Nacional de Cardiologia Laranjeiras / Rio de Janeiro

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: