fbpx

Dicas para incentivar a leitura na infância

leitura
Foto: Katia Ribeiro Souza


Conheça também cinco indicações para os pequenos leitores

No Dia Nacional do Livro Infantil, lembrado nesta segunda (18) em homenagem ao autor Monteiro Lobato, separamos algumas dicas para que você possa incentivar o hábito da leitura para os pequenos.

O professor Reginaldo Monteiro, do Itinerário formativo de Comunicação oral e escrita das Escolas Luminova, comenta a importância do hábito da leitura ser incentivado pela escola em conjunto com a família desde os primeiros anos da criança. 

“A primeira infância é crucial para o desenvolvimento das habilidades de linguagem do ser humano e a leitura é uma das principais aliadas nesse processo. Livros de histórias são capazes de tornar os pequenos mais extrovertidos e atentos às emoções das pessoas com as quais convive. Além disso, por meio das histórias é possível desenvolver a empatia, pois o leitor se coloca no lugar dos personagens”, comenta. Reginaldo separou algumas dicas para os pais ajudarem os filhos neste processo:

1 – Converse e demonstre interesse pelas leituras que as crianças estão realizando; 

2 – Faça leituras em conjunto com os filhos; 

3 – Dedique um tempo e proponha uma meta para ler; 

4 – Relacione os interesses da criança com a leitura; 

5 – Use a tecnologia como aliada;

6 – Vá com os filhos às bibliotecas, livrarias e espaços de leitura. 

O ato de ler para os filhos reforça o vínculo com os pais, estimula a criatividade e a linguagem, além de auxiliar no processo de alfabetização. 

Para os pequenos leitores, o professor da Luminova também separou três indicações de livros em português. Já a consultora pedagógica da Park Education, rede especializada em educação bilíngue, criatividade e soft skills, Thais Sousa, sugere duas obras em inglês para os que desejam aprimorar o segundo idioma: 

1 – “Quando eu era pequena”, de Adélia Prado

É uma narrativa que aborda as recordações da infância, um tema que costuma agradar as crianças. 

2 -: “Sulwe”, de Lupita Nyong’o 

Baseada na vida da própria autora, a personagem Sulwe tem a pele mais escura que a de seus pais e irmã e tudo que ela queria era poder clareá-la. Para isso, testa ideias mirabolantes, até descobrir que é especial e única.

3-“O urso que não era”, de Frank Tashlin

É uma obra que conversa com todas as infâncias e com adultos também. Promove o pensamento crítico e a reflexão, além de não subestimar a inteligência do pequeno leitor. 

4 -“Diary of a Wimpy Kid” , de Jeff Kinney

A leitura remete ao dia a dia da criança e, para a compreensão mais fácil, o inglês intermediário seria o ideal, mas com o nível básico e um pouco de dedicação é possível  entender.

5- “The cat in the hat”, de Theodore Geisel com o pseudônimo de Dr. Seuss

Ensina as crianças, de maneira divertida, a sempre fazerem a escolha certa apesar de estarem tentadas a fazer algo errado.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: