Dia da Saúde Ocular: médicos destacam a importância dos exames preventivos

Hoje (10) é celebrado o dia Dia Mundial da Saúde Ocular. A data surgiu para conscientizar para os cuidados com a saúde dos olhos, além de de ressaltar a importância das medidas preventivas, como a visita ao médico. A cegueira já atinge mais de 1,2 milhões de pessoas no Brasil, sendo que mais da metade dos casos poderiam ter sido evitados.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que em 60% a 80% dos casos a cegueira é resultado de causas previsíveis e/ou que poderiam ser tratadas. “Por isso a realização de exames oftalmológicos periódicos é decisiva”, ressalta o Dr. Renato Braz Dias, especialista em Retina e Vítreo do Hospital de Olhos INOB, empresa do Grupo Opty no Distrito Federal.

História de superação: vamos conhecer a Naipes?

Neste Dia da Saúde Ocular também vale destacar a história de pacientes que superaram os problemas de visão graças aos cuidados médicos e os avanços tecnológicos, como as novas lentes para o tratamento da catarata.

Professora aposentada de 61 anos, Naipes Xavier da Silva conviveu com muitos problemas de visão ao longo da vida. Moradora da zona rural de Riacho de Santana, na Baiha, Naipes se formou em pedagogia. Anos mais tarde, diabética, ela começou a perceber que estava perdendo a visão do olho esquerdo.

“Quando olhava para a claridade, era como se estivesse caindo uma neblina, depois passei a ver flashes. Procurei um oftalmologista, que disse que poderia ser vista cansada, em um primeiro momento. Isso foi uns 15 dias antes de eu ficar cega”, relembra. 

Posteriormente encaminhada com urgência a um especialista, Naipes percorreu 1.000 quilômetros até Brasília, para se consultar com o Dr. Renato Braz Dias, uma indicação do oftalmologista de Bom Jesus da Lapa, na Bahia. “Sem condições financeiras e sem acompanhante, conseguiram para mim um carro da Prefeitura para me levar. Foi quando o Dr. Renato fez a cirurgia do meu olho: tinha descolamento da retina. Eu fiquei em Brasília por quatro dias. E voltei para casa enxergando”. 

Seguindo as orientações no pós-operatório, se recuperou rapidamente, mas o problema voltou a acontecer dois anos depois, sendo novamente necessário realizar o procedimento cirúrgico, com sucesso. 

“Hoje sei ainda mais o quanto é importante a prevenção. Como eu só enxergava com um olho antes desse problema, eu sempre ia ao oftalmologista, duas vezes por ano. Hoje estou bem, vou a consultas e exames a cada 2 ou 3 meses, na minha cidade, e uso os medicamentos indicados, para fazer um acompanhamento de glaucoma, que surgiu posteriormente, para a doença não evoluir. O Dr. Renato Braz Dias é uma bênção em minha vida”, conclui.

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?