Coronavírus: Ministro confirma que uma paciente está em observação

Em coletiva para imprensa nesta manhã, Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde, esclareceu e trouxe atualizações sobre o novo coronavírus. Até então no país foram 7.000 rumores, assim chamados os possíveis casos, 127 pessoas foram avaliadas e apenas uma paciente de Minas Gerais, que esteve em Wuham, na China, segue em observação.

De acordo com o ministro, os 14 contatos mais próximos desta paciente também estão em observação, espera-se um resultado até o fim desta semana. Se for confirmado, o Brasil entraria no nível 2, perigo iminente, seguindo o protocolo internacional. 

“O brasil tem capacidade de identificar o vírus, a identificação nos serve para saber se há circulação, e se essa circulação é sustentada. Ainda existem muitas perguntas que não há respostas claras, como a tempo de incubação, se ele é um vírus de trato superior e qual o tempo de incubação”, explica o ministro.

De volta ao país, Jair Bolsonaro chegou a duvidar dos números e das informações divulgadas pelos chineses, já o ministro preferiu não opinar sobre os comentários do presidente.

Hoje, uma família brasileira, casal e filho, estão em observação nas Filipinas, o ministro comentou o caso, “a pessoa deve ficar onde está, não é recomendado remoção, que primeiro se esclareça o caso, mas me parece que está sendo bem monitorado”. Quanto a outros brasileiros que pedem ao Itamaraty ajuda para voltar ao país, o ministro é taxativo: “não há planos de retirada de brasileiros na china”.

O momento é de vigília e monitoramento, mas o governo considera que o país está preparado para enfrentar a possível epidemia. “Na próxima semana, os secretários dos estados, para que cada estado reafirme, refaça os protocolos”.

Estima-se que 250 pessoa por dia chegam da China para o Brasil, no entanto, não há voos diretos, “por isso a dificuldade do mundo em fazer uma contenção”, outro problema relacionado a infecção segundo o ministro, “o vírus pode ser transmitido antes de ter sintoma”. 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?