fbpx

Casa de Fita Festival traz programação infantil de 26 a 30 de maio

fita
Foto: Webert da Cruz

Casa de Fita Festival oferecerá quatro espetáculos e uma palestra com o renomado Gandhy Piorski

Na semana em que se comemora o Dia Mundial do Brincar (28), os artistas do Casa de Fita Festival disponibilizam cinco vídeos de 26 a 30 de maio, às 19h, no canal do YouTube do Instituto Rosa dos Ventos. Os espetáculos ficarão disponíveis apenas nos horários destinados às exibições, e com reprises no dia seguinte.

O festejo vem para criar arranjos para a educação infantil por meio da arte, e o projeto teve origem na escola de popular homônima, sendo uma das vertentes de atuação do grupo Seu Estrelo.

Maria Isabela Aquino, coordenadora do Centro Tradicional de Invenção Cultural e co-criadora do projeto Casa de Fita, explica sobre a essência da iniciativa e seus propósitos: “o Casa de Fita nasceu com o objetivo de pensar e praticar uma educação baseada na cultural popular, na invenção, nas brincadeiras, por meio do Mito do Calango Voador, escrito por Tico Magalhães. A proposta busca criar espaços afetivos, onde as crianças possam saber quem são, reconhecer-se na natureza e imaginar as possibilidades de mundo por meio da invenção e da força criativa. Nossa intenção é com o Festival repensar o direito das crianças à cidade e refletir sobre que cidade queremos entregar a elas”.

Com as medidas restritivas impostas pela pandemia, a coordenação do evento precisou buscar novos caminhos e encontrou na transmissão online uma solução viável. . Tico Magalhães, capitão do Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, explica o que resultou desse isolamento necessário: “nesse momento em que não podemos ocupar a cidade, repensá-la é uma oportunidade. Assim, como Naiá, minha filha, também não pode ocupar a cidade nem ir para a escola, pudemos pensar juntos sobre essa relação e criar em parceria o espetáculo. E o Casa de Fita trouxe, então, a oportunidade de apresentar o resultado desse pensamento conjunto e dessa criação em parceria ”.

As atrações são compostas por artistas populares locais e por um convidado especial, o pesquisador da infância Gandhy Piorski, que relata sua visão sobre a importância das celebrações populares no imaginário infantil: “os festejos populares são sonhos coletivos, perpetuam-se por gerações. Quando as crianças os vivem,  elas têm a engenhosa capacidade de se enraizar em suas memórias. Guardam-se nas crianças como alma comunitária: esse aspecto amoroso da alma do mundo”.

Casa de Fita Festival 

Data: 26 a 30 de maio
Horário: 19h
Local: Canal Instituto Rosa dos Ventos
Classificação: livre
Mais informações: https://www.centrodeinvencao.com/festivalcasadefita / @circuitocandango / @centrodeinvencao
Reprises: 27 a 31 de maio às 16h

Confira a programação completa

  • Quarta-feira (26/05), 19h: Palestra de abertura com Gandhy Piorski.

Pesquisador nas áreas de cultura e produção simbólica, de antropologia do imaginário e de filosofias da imaginação. No terreno das expressões plásticas discute as narrativas da criança, sua fantástica e seus artefatos, é consultor e idealizador de projetos que investigam uma pedagogia social contida nas linguagens das infâncias.

  • Quinta-feira (27/05), 19h: Espetáculo Amaldiçoado Circo Lunar da Trupe Zepelim de Led.

Brincantes: Tainá Martins, Marcelo Nemmevê e Rafael Pops.

Duração: 35 minutos.

A Trupe Zepelim de Led é uma experiência sagrada e picaresca, que une o circo e a cultura popular, o universo da palhaçaria à encantaria da tradição brasileira. Formado por brincantes do Grupo Seu Estrelo: Marcelo Nemmevê, Rafael Pops e Tainá Martins, a Trupe Zepelim de Led assume a missão de juntar em sua brincadeira o terreiro e o picadeiro, unindo misteriosamente a dança, o teatro, a música, o circo, a feitiçaria, o catimbó e sei lá mais o quê. Assim, uma colombina atriz, um andante palhaço e um vagabundo brincante se enlaçam para contar a fabulosa história da última apresentação do Amaldiçoado Circo Lunar.

  • Sexta-feira (28/05), 19h: Espetáculo Maria das Alembranças de Luciana Meirelles.

Brincantes: Luciana Meirelles e Nara Oliveira

Duração: 30 minutos.

Maria das Alembranças é um brinquedo cerratense de contar histórias. Mensageira das árvores e guardiã de sementes, abre caminhos para memórias do passado e do futuro. Nessa edição, contará o mito Iorubá da origem do ser humano, convidando toda a família a se alembrar de nossas origens ancestrais.

  • Sábado (29/05), 19h: Espetáculo Mateus Caramelada da Lelé Bicuda de Chico Simões.

Brincante: Chico Simões.

Duração:  40 minutos.

Chico Simões, apresenta o palhaço Mateus Caramelada da Lelé Bicuda, camelô, brincante de reisado, bumba-meu-boi, guerreiro de folias, mágico e ventríloquo, formado nas feiras, festas e festivais pelo mundo. Contador de histórias e de causos, este menestrel contemporâneo promete benzer e bendizer o público presente, que terá notícias e participará das cenas que contam histórias de amor e de guerra nas terras de São Saruê, onde vive tudo que se imagina e a máscara mais revela que oculta.

  • Domingo (30/05), 19h: Espetáculo Seu Estrelo e o Estranho Julgamento de um Palhaço e um Jumento de Tico Magalhães.

Brincantes: Tico Magalhães e Iaiá Magalhães.

Duração: 20 minutos.

Um espetáculo inédito, escrito por Tico Magalhães (Capitão do Grupo Seu Estrelo) para o Casa de Fita  Festival . Uma brincadeira que narra a história de um surpreendente julgamento de faz de conta. Um julgamento onde o público é o próprio jurado. Um espetáculo infantil que discute a infância e de que modo a cidade e seus comandantes vem cuidando das crianças.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?