Amanhã: carreata em defesa da vacinação para pessoas com Síndrome de Down

Foto: Facebook do Movimento Down/Divulgação

“Uma Dose de Respeito” é o nome do movimento que defende a antecipação da vacinação contra a covid-19 para as pessoas com Síndrome de Down

Organizada pela  Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down (FBASD), a campanha nacional “Uma Dose de Respeito” chega ao Distrito Federal (DF), nesta quarta-feira (7), com a realização de uma carreata. O local de concentração será em frente ao Palácio do Buriti, a partir das 9 horas da manhã. O movimento solicita que o governo local antecipe a vacina contra a covid-19 para pessoas, maiores de 18, com Síndrome de Down.

A mobilização de desta quarta-feira está organizada pela DFDown, Movimento Down, Ápice Down e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais APAE – DF. A vacinação deste grupo já está prevista para a terceira fase do programa, mas as associações entendem que as pessoas com a doença são mais vulneráveis à covid-19 e teriam um risco dez vezes maior de morte. Isto aconteceria porque pacientes com Down podem apresentar: baixa imunidade, problemas cardíacos e respiratórios, obesidade, intolerância sensorial ao uso de máscara e obesidade.

Ainda não existem pesquisas ou uma estatística oficial no país, mas está sendo observado um grande número de mortes entre jovens de 20 e 30 anos no Brasil. Em janeiro, foram quatro óbitos registrados no estado do Amazonas.

A Dra Ana Claudia Brandão, membro do Comitê Técnico Científico da Federação Brasileira das Associações de síndrome de Down, revela que “o estudo da T21 Research Society revela que em adultos com SD, o curso da infecção é mais grave e que as taxas de complicações e mortalidade são significativamente mais elevadas do que na população geral”.

Em outros países, como Reino Unido, Alemanha e Itália, a vacinação para pessoas com Síndrome de Down já está sendo realizada junto com a dos idosos.

“Precisamos proteger essa população antes que haja um genocídio de jovens e adultos com síndrome de Down, já perdemos muitas pessoas desde o início da pandemia. Se há estudos que demonstram esse risco, o poder público não pode fechar os olhos para isso”, afirma Cléo Bohn, presidente da Associação DFDown.

CARREATA VACINA SÍNDROME DE DOWN JÁ!
Data: 07 de abril (quarta-feira)
Hora: 9h AM
Local de concentração: Em frente ao Palácio do Buriti.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?