fbpx

Ácido hialurônico é aliado no tratamento de rugas e rejuvenescimento da pele

ácido
O ácido hialurônico vem sendo bastante utilizado nos preenchimentos faciais, com baixo índice de alergias. Ele pode ser utilizado desde em preenchimentos de sustentação facial, com aplicações mais profundas, até em aplicações superficiais, melhorando a hidratação e a textura da pele.

A médica dermatologista, Dra. Wanessa Simão explica que o tratamento normalmente pode ser feito de forma injetável, com micro agulhas ou cânulas, de acordo com as necessidades do paciente. “Para a flacidez e perda de contorno facial, são utilizados ácidos hialurônicos mais concentrados e com maior reticulação, em aplicações um pouco mais profundas”, destaca a especialista.

O combate de rugas mais finas e da desidratação da pele também pode ser realizado com o ácido, de forma mais superficial. Pode ser utilizado também na correção das olheiras profundas ou mesmo propiciando um melhor contorno labial e nasal. “Rugas finas podem ser atenuadas com as injeções, assim como as olheiras profundas que podem ser significativamente atenuadas”.

O procedimento pode ser feito em uma única sessão. São utilizadas quantas ampolas forem necessárias para as correções no paciente. Mas, na maioria das vezes, opta-se por fazer o procedimento por etapas, em sessões de preenchimento mensais ou a cada 2 meses, com menor quantidade de ampolas, até ser atingido o resultado desejado.

O preenchimento de olheiras e de cicatrizes de acne costuma ser feito em duas etapas. Uma aplicação inicial, com um retoque assim que sair o inchaço da primeira aplicação, para refinamento.

Além das aplicações tradicionais, ainda há cremes industrializados ou manipulados à base de ácido hialurônico, que têm como função a hidratação da pele. “Como o ácido hialurônico tem alta capacidade de absorção de água, promove importante hidratação cutânea, ajudando a atenuar rugas finas”, completa a médica.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?