fbpx

Abayomi reúne mulheres pretas da cultura popular em julho

pretas
Girlana Diniz é gerente de Igualdade Racial e participante do evento. Foto: divulgação

Cerca de 150 mulheres pretas participarão do evento, que será transmitido pelo YouTube e está marcado para os dias 10 e 11 de julho

Pernambuco será a casa do 1º Abayomi – Encontro das Mulheres Pretas da Cultura Popular. O evento vai reunir cerca de 150 mulheres ligadas à cultura popular pernambucana. A iniciativa, idealizada pela produtora cultural, graduanda de serviço social, feminista preta, Carlita Roberta, conta com o incentivo do Funcultura, Fundarpe, Secretaria de Cultura e Governo de Pernambuco. O evento acontecerá nos dias 10 (sábado) e 11 (domingo), de julho, por meio do canal do encontro, no Youtube, gratuitamente.

O evento vem para celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, que acontecerá no próximo dia 25 de Julho. A ação também visa reforçar a 9ª edição do Julho das Pretas,  agenda conjunta e propositiva com organizações e movimento de mulheres negras de toda região Nordeste.

Durante dois dias de programação, cerca de 100 mulheres, ligadas à cultura popular pernambucana, das seis regiões de desenvolvimento do estado: Zona da Mata Norte, Zona da Mata Sul, Agreste Setentrional, Agreste Central, Sertão do Pajeú e Região Metropolitana do Recife, vão participar das atividades. Além dessas participações, a organização contará, ainda, com mais 50 vagas. Inscrições podem ser realizadas de forma on-line: https://cutt.ly/vmuGUzM. Todas as participantes terão acesso, gratuito, ao certificado de participação.

Para subsidiar os debates, serão realizados vários encontros online, que trazem como temas: Mestras e Ancestralidade; Cultura Popular e Racismo; Cultura das Pretas e Feminismo Preta “Queremos, por meio de um diálogo intersetorial, entre sociedade, poder público e iniciativas privadas e parcerias, fortalecer o debate sobre a importância da mulher preta na cultura. Entendemos que é necessário e urgente, visibilizar espaços e oportunidades para que, nós, mulheres pretas, caminhem unidas na construção de nossas lutas diárias. É necessário combater o racismo, machismo, sexismo e toda e qualquer violência. Nossa mobilização é por mais diálogo, respeito e amor às mulheres pretas” destaca Carlita Roberta, coordenadora geral do evento.

Programação Completa

Dia 10/07/2021 – Sábado

RODA 1 – MESTRAS E ANCESTRALIDADES

Coordenação: Carlita Roberta – Produtora Cultural e Feminista Preta (Recife/PE)

10h00 – Conferência com a escritora Cidinha da Silva (Belo Horizonte/MG)

10h40 – Naná Sodré – Atriz do Grupo o Poste (Recife/PE)

11h00 – Auxiliadora Martins – Professora UFPE (Olinda/PE)

11h20 – Mestra Joana – Maracatu Encanto do Pina (Recife/PE)

11h40 – Debates


RODA 2 – CULTURA POPULAR E RACISMO

Coordenação: Wanessa Santos – Produtora Cultural e Educadora (Nazaré da Mata/PE)

15h00 – Sapoty da Mangueira – Cantora (Rio de Janeiro/RJ)

15h20 – Girlana Diniz – Gerente de Igualdade Racial – PCR (Olinda/PE)

15h40 – Odailta Alves – Escritora e Educadora (Recife/PE)

16h00 – Iran Calixto – Cantora do Coco Raízes (Arcoverde/PE)

16h20 – Debates


Dia 11/07/2021 – Domingo

RODA 3 – CULTURA DAS PRETAS

Coordenação: Wanessa Santos – Produtora Cultural e Educadora (Nazaré da Mata/PE)

10h00 – Conferência com a ativista e cantora Beth de Oxum (Olinda/PE)

10h40 – Rainha Marivalda – Maracatu Estrela Brilhante (Recife/PE)

11h00 – Dani de Oyá – Multiartista (Olinda/PE)

11h20 – Raquel Araújo – Dançarina (Recife/PE)

11h40 – Debates


RODA 4 – FEMINISMO PRETA

Coordenação: Carlita Roberta – Produtora Cultural e Feminista Preta (Recife/PE)

15h00 – Graça Onasile – Cantora (Salvador/BA)

15h20 – Jéssica Zarina – Estilista Negra (Olinda/PE)

15h40 – Gabi Monteiro – Oficial da UNFPA/ONU (Brasília/DF)

16h00 – Domênica Rodrigues – Educadora (Olinda/PE)

16h20 – Debates

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?