Oficinas virtuais gratuitas com mestres da cultura popular

oficina
Larissa Umaytá abre a programação de oficinas no dia 14 de agosto

Mestra Martinha do Coco, Nãnan Matos, Tico Magalhães e a pandeirista Larissa Umaytá estão no projeto que oferecerá oficinas gratuitas

A aglomeração marca as manifestações da cultura popular, que precisou se reinventar por conta da necessidade do distanciamento social. Assim, surgiu o “Ocupação Horizontal do Complexo Cultural Planaltina”. O projeto, em um primeiro momento, iria oferecer oficinas presenciais, mas agora, os mestres da cultura popular estarão na web disponibilizando aulas gratuitas.

Para o idealizador e coordenador Rodrigo Werneck, as oficinas em formato virtual são uma oportunidade de alcançar e difundir a cultura popular para um público ainda maior.

“As nossas expectativas são as melhores possíveis, as aulas de capacitação estão ficando lindas. Queremos que muitas pessoas tenham acesso a esse conteúdo. Apesar do contexto que estamos vivendo, estamos nos dedicando e fazendo o máximo para executar esse trabalho com toda segurança possível e protegendo todos os envolvidos”, ressalta.

A escolhida para abrir o projeto foi Larissa Umaytá, pandeirista e reconhecida como uma referência do Pandeiro Popular. A percussionista, que foi criada no berço da cultura popular, o avô criou o Bumba Meu Boi do Seu Teodoro, promete apresentar a versatilidade do instrumento. 

“O pandeiro é um instrumento muito popular tem uma característica muito forte dentro da cultura brasileira, está presente no samba, no choro, no forró e no baião. Podemos colocar ele em todos os ritmos que a gente quiser e puder. É um instrumento pequeno, mas com uma grandeza incrível. Temos inúmeras possibilidades rítmicas, sonoras e musicais onde o pandeiro pode ser inserido. A oficina de pandeiro popular vai mostrar isso.”

Além de Larissa, a Mestra Martinha do Coco de Pernambuco,  Nãnan Matos, Tico Magalhães estão entre os mestres que ofereceram oficinas gratuitas.

Oficinas terão certificados

As oficinas começam no dia 14 de agosto, e todas as sexta-feiras, a partir das 17h, no canal da Ocupação Horizontal, um novo vídeo será disponibilizado gratuitamente. 

Os interessados ainda podem garantir um certificado de participação, para isto é preciso preencher o formulário. Os certificados serão entregues até uma semana após a realização da oficina. Os alunos terão até segunda-feira, após a exibição da aula, para assistir à oficina e garantir o comprovante de participação.

Oficinas e oficineiros (as)

Entre as atividades que serão ministradas por mestres e mestras estão:

  •   Oficina de Projetos Culturais com Thiago Fanis;
  •   Oficina de Percussão do Oeste Africano com Nãnan Matos;
  •   Oficina de Pandeiro Popular com Larissa Umaytá;
  •   Oficina de Maracatu de Baque Virado com Mestre Hugo Leonardo (PE);
  •   Oficina de Samba Pisado com Tico Magalhães (PE);
  •   Oficina de Tambor Afro mineiro com Mário Jorge (MG);
  •   Oficina de Tambor de Crioula com Mestre Chico (MA);
  •   Oficina de Coco de Roda com Mestra Martinha do Coco (PE);
  •   Oficina de Tradução de Libras Na Cultura Popular com Virgílio Soares (PB).

Serviço oficinas – agosto:

14 de agosto – Pandeiro Popular, com Larissa Umaytá

21 de agosto – Percussão do Oeste Africano, com Nãnan Matos

28 de agosto – Projetos Culturais, com Thiago Fanis

Hora: 17h

Canal da Ocupação Horizontal: https://bit.ly/ocuphorizontalyoutube 

Inscrições:  https://bit.ly/formularioocupacaohorizontal

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?