A Arquitetura de Interiores e animais de estimação!

A quantidade de pessoas apaixonadas por animais de estimação tem aumentado cada dia mais e com isso tornou-se muito comum a adaptação dos espaços para a acomodação dos pets em casas e apartamentos. Os cuidados deixaram de ser restritos a alimentação e saúde fazendo com que os projetos de arquitetura e interiores recebesse pedidos e maior atenção as necessidades e conforto não só dos moradores, mas também dos seus bichinhos.

Definir espaços permitidos e proibidos, onde ficará o banheiro e seu espaço de descanso por exemplo, são detalhes que facilitarão a adaptação, acomodação e rotina dos bichinhos. As telas de proteção nas janelas podemos dizer que é um dos grandes detalhes que não podemos deixar passar em branco, pois durante o processo de adaptação aos espaços os animais tendem a explorar as saídas e acessos com o meio externo, principalmente os gatos.

Outros cuidados também são importantes pontos a serem avaliados durante o processo de criação do ambiente como tipos de acabamentos, mobiliário e o tipo de decoração.

1- A escolha dos materiais de acabamento

Para escolha do piso alguns pontos precisam ser levados em consideração: A frequência de limpeza necessária e o tipo de acabamento que cada material possui são uma delas. O piso laminado, a madeira maciça ou até o vinílico (material considerado um pouco mais resistente e com características próximas aos citados) são acabamentos que possuem uma fragilidade em relação a limpeza constante podendo deteriorar o material por exemplo, tanto em relação a acidez da urina do animal quanto nos produtos químicos usados na limpeza, como nos desinfetantes. Os porcelanatos têm sido uma ótima escolha para quem deseja receber um novo integrante na família, porém precisamos ficar atentos aos modelos que possuem acabamentos muito polidos podendo não ser seguros pela falta de aderência necessária, fazendo com o que o animal escorregue com facilidade.

Para as paredes vale lembrar que faz parte do comportamento animal se esfregar nas superfícies. Então nossa sugestão caso não queira revestir, trabalhe com tintas laváveis e de preferência com tonalidades não muito claras. Caso opte por um papel de parede a sugestão é recorrer aos modelos de acabamento vinil, os quais a higienização exige apenas um pano úmido.

Fonte: Pinterest (portobello.com.br)

 

 

 

 

 

Fonte: Pinterest (portobello.com.br)
Fonte: Pinterest (leroymerlim.com.br)

 

2 – Mobiliários e decoração

Os animais possuem o costume de arranhar, morder e roer as coisas para gastar energia e se entreter, muita das vezes na ausência do dono. Para evitar esses imprevistos a escolha por mobiliários como sofá, aparador e rack com pés metálicos são o mais indicado. É aconselhável também a escolha por móveis e estantes fechadas, evitando a escalada ou o acesso aos adornos e equipamentos.

Fonte: Pinterest

Para os gatos a sugestão é criar escaladas e variar a altura dos objetos que o animal tiver acesso, lembrando sempre que a restrição dos espaços para os pets é um ponto muito importante para evitar qualquer problema.

Fonte: Pinterest (westelm.com)

 

 

 

 

 

 

 

 

Para os mobiliários que possuem tecido, como sofá, poltronas e cadeiras a sugestão é a escolha em matérias com fibras sintética ao invés dos naturais, lembrando que a impermeabilização e blindagem do tecido ajuda qualquer imprevisto. Para as janelas a opção são as persianas rolo ao invés das cortinas de tecido, por desfiar facilmente.

3 – O cantinho

Em apartamentos, as caminhas estofas e casinhas vendidas em lojas ou sites especializados são os mais indicadas por não ocupar espaço e acomodar muito bem o animal no local escolhido pela família, seja na área de serviço, sala o até no pé da cama de seus donos.

Com o aumento da procura no mercado existe uma variedade enorme de preços, tamanhos e modelos adaptáveis a cada estilo e perfil da sua família. Já em residências com grande espaço, seja ele interno ou externo a casa, a sugestão é criar um espaço funcional para as atividades do cachorro: relaxar, dormir e se alimentar.

Lembrando que caso opte pela construção de um espaço a sugestão é fuja de materiais naturais como a madeira no espaço como um todo, caso opte por esse material o uso de uma “base” de alvenaria ajuda na maior durabilidade do espaço.

Nossa dica é opte sempre por acabamentos com cores escuras, que possuam alta resistência e impermeáveis para que não haja dor de cabeça com o seu “melhor amigo” no futuro, eles são os membros da família que sempre vão estar te esperando com alegria e amor para dar!!

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?