fbpx

Território Criativo abre novas formações em maio

criativo

A nova temporada do projeto Território Criativo abre espaço para novas formações. E os interessados podem se inscrever em três cursos Captação de Recursos e Ideia Prática (Ideação, Planejamento, Portfólio e Sistema Cultural do DF), agentes culturais das RAs do Distrito Federal inscrições até 30 de maio; já para Iluminação Cênica, até 06 de junho.

Os encontros são virtuais e gratuitos, abertos para quem tem interesse e vontade de atuar nas diversas áreas da chamada economia criativa. A inscrição pode ser feita pelo formulário disponibilizado no site: http://territoriocriativo.com.br/.

O Território Criativo escolheu uma equipe multidisciplinar, atuante em todo o Brasil, para oferecer aos participantes uma capacitação importante e capaz de gerar oportunidades aos alunos. Esse foi o caso do Ricardinho Art, artista e um dos responsáveis pela associação @groovedobem, ele participou da primeira turma de Captação de Recursos e deixou um depoimento sobre a experiência: “agradeço ao Território Criativo e à professora Daniele Torres, uma profissional maravilhosa, que ofereceu a oportunidade de obter importantes ensinamentos. Colocarei em prática o aprendizado nas aulas e, certamente, terei bons resultados”, contou.

Ministrantes de destacada formação

Para os cursos, cuja inscrições estão abertas este mês,  destacam-se professores e professoras:

  • Daniele Torres (Captação de Recursos): museóloga, com pós em história da arte, gestão cultural e comunicação empresarial. Foi gestora de patrocínios da Vale e coordenadora de projetos da Fundação CSN. Atua, há 23 anos, com leis de incentivo e com captação de recursos. Gestora de projetos e consultora de Investimento Social Privado, é sócia da Companhia da Cultura e do C ultura e Mercado. Foi diretora do Instituto AES. É conselheira da Comissão de Direito das Artes da OAB-SP.

  • Moisez Vasconcellos (Iluminação Cênica): participou do Rally da Tocha Olímpica e da Paralímpica nas Olimpíadas Rio 2016 e do Rock in Rio 2017. Em 2009, recebeu o Prêmio de Melhor Iluminador no Festival de Ponta Grossa (PR). Em 2012, recebeu o Prêmio de Melhor Iluminador no Festival Candango de Teatro realizado pelo SESC(DF). Foi coordenador de iluminação do Festival Internacional Amazonas de Ópera e coordenador técnico do Festival Internacional Cena Contemporânea.

  • Carol Peres (Ideia Prática): gestora cultural e jornalista, tem Mestrado em Gestão Cultural pelo Instituto Politécnico de Leiria de Portugal e é Especialista em Educação e Patrimônio Artístico e Cultural pela UnB. Gestora de projetos da ONG Lente Cultural (Coletivo Fotográfico) e da Photo Agência.

Cursos estratégicos e inovadores

Distribuído estrategicamente por cinco eixos de ação, o Território Criativo disponibiliza recursos capacitadores, voltados para a criação de competências no setor da economia criativa, fortalecendo seus agentes com ferramentas que propiciem o crescimento qualitativo no mercado de trabalho.  Nesse âmbito, vale ressaltar as ferramentas apresentadas pelos cursos a seguir:

  • Captação de Recursos: um guia rápido para quem precisa comercializar projetos e programas culturais, trazendo conceitos básicos para planos de captação, do planejamento à conquista. Com foco prático, auxilia a ampliar o olhar sobre as diversas fontes de financiamento, a elaborar projetos e planos de cotas, a prospectar e a negociar com potenciais patrocinadores.

  • Iluminação Cênica: tem como objetivo principal apresentar os princípios essenciais para a criação de iluminação cênica. Para isso, os alunos terão a oportunidade de entender sobre a função deste profissional e das diferentes categorias que ele pode assumir na cadeia produtiva da arte, sobre a função estética da luz e sobre a composição da luz cênica. Por meio de exercícios poderão entender as particularidades que tornam um projeto de iluminação atraente e criativo.

  • Ideia Prática: objetiva o compartilhamento de informações e de metodologias que podem ser utilizadas para planejamento estratégico de projetos culturais e para a criação de portfólios profissionais. Além disso, oferece um módulo específico de iniciação ao Sistema Cultural do Distrito Federal, abordando as principais ferramentas de fomento da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF (LIC, FAC e Conexão Cultura).
Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?