fbpx

O Espírito Santo pede socorro

A rodoviária da Cidade de Castelo ficou totalmente de baixo d`água. Foto recebida pelo whatsapp

As fortes chuvas provocaram enchentes violentas. Nove pessoas morreram, o número de desalojados já passou de 10 mil. Governo, empresários e sociedade civil estão mobilizados em ajudar os moradores das cidades atingidas.

As fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo nos últimos dias ampliaram para 10.633 o número de desalojados no estado. O número de desabrigados registrados está em  1.918, conforme balanço divulgado às 11h desta terça-feira (28) pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp).

São consideradas desalojadas as pessoas que tiveram de deixar suas casas e se abrigar na casa de parentes, amigos ou buscar outras opções temporárias. Já os desabrigados são aqueles que estão acomodados provisoriamente em locais públicos improvisados – na maioria dos casos, em escolas ou igrejas.

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural informa que, nas próximas horas, o tempo permanecerá instável, com previsão de pancadas de chuva ao longo do dia em todas as regiões. No litoral, a previsão é de ventos soprando “com até moderada intensidade”.

A possibilidade de eventos geo-hidrológicos (influência da chuva no solo) é considerada “muito alta” no centro-sul do estado, por causa dos “altos acumulados dos últimos dias e da continuidade de chuvas previstas para essa região”. Para o lado mais ao norte, a possibilidade de ocorrência desse tipo de evento é “alta”.

Para esta quarta-feira (29), a previsão é de que as chuvas decorrentes da Zona de Convergência do Atlântico Sul comecem a perder força, mas o tempo deve continuar instável em parte do estado. Há previsão de pancadas de chuva na região sul e em trechos das regiões Serrana e Grande Vitória

Confira a galeria de fotos enviadas por internautas pelo whatsapp:

 *Dados fornecidos pela Agência Brasil

 

 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?