fbpx

Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto recebe mutirão de atendimento da Defensoria Pública da União

No próximo sábado (28), serão atendidas questões relacionadas ao INSS, Caixa Econômica Federal, Ibama, entre outros

Na Hora, brasília, df
Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto vai atender demandas da Defensoria neste sábado (28) vai funcionar em – Foto: Eduardo Nunes

A população do Distrito Federal poderá resolver problemas e pendências que podem ser solucionas pela Defensoria Pública da União (DPU) gratuitamente no sábado (28), das 13h30 às 18h. Os interessados devem ir até o Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto, local selecionado pela Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) para realizar a ação, que tem o intuito de solucionar demandas federais cíveis e previdenciárias. Ao todo, serão distribuídas 120 senhas de atendimento.

“Considerando a importância deste mutirão na garantia do acesso gratuito à justiça, disponibilizamos toda a estrutura da unidade e ampliamos, excepcionalmente, neste sábado o horário de funcionamento para que a população seja atendida pelos defensores”, afirmou o secretário da Sejus, Jaime Santana.

Quem é o público-alvo desta ação?

Podem procurar o serviço pessoas hipossuficientes, cuja renda familiar não ultrapasse R$ 2 mil, e que estejam com problemas envolvendo benefícios previdenciários ou assistenciais indevidamente negados pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), Financiamento Estudantil (FIES), financiamentos habitacionais com a Caixa Econômica Federal (CEF), Auxílio Brasil, Auxílio Emergencial Federal, negativa de acesso a medicamentos de alto custo não disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), entre outros

Qual é o objetivo desta iniciativa?

De acordo com Murilo Martins, defensor público federal e secretário de Assistência Jurídica da DPU, a ideia passa por auxiliar essa parcela da população e dar experiência aos novos profissionais da Defensoria.

“O objetivo é não só realizar o atendimento da população necessitada, mas também promover a capacitação dos novos defensores e defensoras públicas federais recém-empossados, para que eles já tenham contato com o público alvo da Defensoria Pública da União e possam ir se ambientando com o atendimento à população”.

O que levar para ser atendido?

Os interessados devem levar documentos pessoais – RG, CPF, comprovante de renda e de residência – e todos aqueles ligados ao caso que deseja solucionar.

 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: