fbpx

Le Mans: Saiba como foi o desempenho dos brasileiros

le mans
Foto: Divulgação

Saiba como foi o desempenho dos brasileiros em uma das corridas mais lendárias do automobilismo mundial

A lendária corrida das 24 horas de Le Mans teve o domínio, na categoria hipercarros, da Toyota, e os seis brasileiros, que disputaram a prova, tiveram sensações diferentes. 

No Hipercarros e disputando pela sétima vez as 24 horas de Le Mans, Pipo Derani terminou em quarto lugar. André Negrão teve problemas e terminou a prova 18 voltas atrás.

Na categoria GTE Pro, a vitória ficou com a Porsche e o trio de Daniel Serra terminou no pódio, com um terceiro lugar e Felipe Fraga terminou em quinto.

Na LMP2, a JOTA foi a grande vencedora. Felipe Nasr terminou em quinto com o trio da Penske. Pietro Fittipaldi terminou em décimo quarto.

Pipo Derani: feliz dentro e fora da pista

le mans
Foto: Divulgação

O brasileiro Pipo Derani igualou neste domingo (12) seu melhor resultado na classificação geral das 24 Horas de Le Mans, ao finalizar a 90ª edição da principal corrida de endurance do mundo na quarta posição. Correndo pela equipe Glickenhaus Racing, ao lado dos franceses Olivier Pla e Romain Dumas, Derani repetiu o resultado do ano passado, quando fez sua primeira prova com a equipe na categoria Hipercarros.

Este ano, Derani e o #708 Glickenhaus Racing 007 LMH mostraram um ritmo ainda melhor e conseguiram virar tempos similares aos Toyotas campeões em alguns estágios da disputa.

O brasileiro completou vários excelentes stints ao volante do Glickenhaus e registrou sua volta mais rápida em 3min28s311, que foi melhor que as que os vencedores Sebastien Buemi e Ryo Hirakawa conseguiram na corrida.

A equipe, no entanto, perdeu algum tempo com um incidente, perto da meia-noite, após estar um bom tempo confortável na terceira posição. Além disso, alguns desafios na parte técnica obrigaram os pilotos a fazerem alguns ajustes, mas ao final da disputa a equipe americana estava totalmente satisfeita com os terceiro e quarto lugares conquistados em sua segunda 24 Horas de Le Mans.

“Estou feliz e orgulhoso de que a Glickenhaus Raicng tenha terminado com seus dois carros nestas posições tão fortes novamente”, comentou Derani.

“Mostramos um ritmo realmente forte a semana toda e devemos estar felizes com o que conquistamos, considerando que conseguimos dividir um pódio no geral com a Toyota”, continuou o brasileiro, de 28 anos, que disputou sua sétima 24 Horas de Le Mans.

“É uma grande realização para uma equipe e fabricante pequena”, lembrou. “Do nosso lado, enfrentamos algumas pequenas dificuldades com o carro #708, mas isso diz muito sobre a importância deste quarto lugar novamente. Estamos felizes com a recuperação e o resultado. Então, agradeço a toda a equipe por seu esforço incrível nos últimos meses”, completou.

Atual campeão do IMSA, Derani volta à pista para a disputa das 6 Horas de Watkins Glen dentro de duas semanas pela competição norte-americana, onde vai dividir o seu Whelen Cadillac com o companheiro em Le Mans, Olivier Pla.

Além das conquistas na pista, Derani também foi muito elogiado por seus esforços em levantar fundos para o Hospital do GRAACC, referência em tratamento de casos de alta complexidade de câncer infantojuvenil no Brasil.

O brasileiro ganhou um prêmio de reconhecimento especial dos organizadores de Le Mans, ACO, pela ação. O capacete que Derani usou na corrida, especialmente pintado pelo artista francês Jisbar, foi leiloado e arrecadou 13,122 mil dólares (aproximadamente 65 mil reais), que serão destinados ao GRAACC, para que o hospital continue fazendo seu grande trabalho.

 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: