fbpx

Ibaneis promete discutir com Bolsonaro reajuste das Forças de Segurança do DF

ibaneis
Foto: Divulgação

A promessa foi feita durante a reunião de Ibaneis Rocha com representantes do Sinpol-DF, Sindepo-DF e Adepol-DF

O governador Ibaneis Rocha se comprometeu a conversar com o presidente Jair Bolsonaro na tentativa de destravar a recomposição salarial das forças de segurança do Distrito Federal.

Na última quarta-feira (22), o governador recebeu o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol), Sindicato dos Delegados de Polícia (Sindepo) e Associação dos Delegados de Polícia (Adepol) do DF.

O secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, e representantes dos comandos da Polícia Civil (PCDF), Polícia Militar (PMDF) e Corpo de Bombeiros (CBMDF) também participaram do encontro.  

“Essa reunião foi solicitada pelas entidades de classe das forças policiais para verificar o andamento em relação à recomposição salarial, que foi deferida e autorizada pelo governador Ibaneis Rocha e encaminhada à União. Todos os esforços necessários pelo GDF foram feitos dentro do prazo, tanto pelo governador, como pelos comandos e a Secretaria de Segurança Pública”, disse o secretário de Segurança Pública, que ainda citou as ações do GDF para a melhoria do setor, como a nomeação de mais de 3,5 mil profissionais de segurança pública e o plano de saúde para a Polícia Civil. 

“Colocamos toda a valorização feita pelo governador, as diversas reduções de interstício, o aumento de 8% concedido lá em 2019, o plano de saúde para a Polícia Civil, o auxílio-uniforme e o aumento do auxílio-alimentação da PCDF, os mais de 3,5 mil nomeados e o concurso em andamento da PCDF e os aprovados para o ano que vem, da PMDF e Corpo de Bombeiros”, acrescentou.

Presidente em exercício do Sinpol-DF, Enoque Venâncio, participou da reunião e reiterou que os policiais civis contam com o empenho do governador na interlocução com o presidente da República. 

“Foram meses de trabalho para que o GDF, junto aos representantes das corporações, construísse a proposta de recomposição salarial. É importante esclarecer que a concessão dessa demanda não causará nenhum impacto financeiro aos cofres da União, pois está assegurada no orçamento do Fundo Constitucional do DF”, afirmou Venâncio.

“Nós reconhecemos o esforço do governador Ibaneis pela valorização dos policiais civis, uma vez que o trabalho investigativo desses profissionais é referência para a Segurança Pública nacional. Por essa razão, mais uma vez, estamos reforçando o nosso pedido de apoio ao governador”, completou.

O Sindicato dos Policiais Civis do DF promete seguir acompanhando os desdobramentos do encontro entre Ibaneis e Bolsonaro. A entidade espera uma solução para a recomposição salarial da categoria aconteça ainda em 2022.

 

Com informações da Agência Brasília

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: