Energia solar irá abastecer escolas, postos de saúde e estações de metrô em Fortaleza

Praia do Futuro em Fortaleza (CE) Foto: Jade Queiroz/MTur

Projeto de parceria público-privada visa a economia e eficiência energética com a instalação de placas solares pela cidade.

 

As obras  de implantação das placas solares deve ocorrer ainda neste mês, mas o prazo de implantação do sistema que promete economizar recursos públicos combinado com eficiência energética é de um ano. O orçamento total previsto é de R$1,6 milhão.

O projeto  de lei foi de autoria do prefeito Roberto Cláudio.  O tempo previsto para a concessão do serviço é de 25 anos, pois é o tempo médio de vida útil da tecnologia fotovoltaica.

Economia

Segundo a prefeitura, apesar do valor alto de investimento o projeto vai garantir uma redução mensal de 10% no valor gasto com a energia elétrica.

Ainda de acordo com o órgão, ao final do período de duração do contrato o valor economizado pode chegar a R$2,8 milhões. Já que os painéis podem ser fixados diretamente nas escolas e nas unidades de saúde, ou ainda nas usinas externas.

A abundante luz do sol de Fortaleza também será a nova fonte de energia de quatro estações da linha azul do metrô da cidade, entre elas a Juscelino Kubitschek (JK) e Padre Cícero.

Serão ao todo 975 placas solares utilizadas no projeto a ser executado pelo Consórcio Solar-For através de recursos do Tesouro Estadual e da Caixa Econômica Federal.

Histórico

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, em novembro, o projeto de lei que define a parceria público-privada para a “implantação, gestão, operação e manutenção da geração de energia” através de placas solares para a sua rede de escolas e unidades de saúde.

A ordem de serviço para aquisição, montagem e instalação de placas fotovoltaicas foi assinada no dia 6 de fevereiro.

 

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?