fbpx

CCBB-Brasília apresenta mostra Mulheres Mágicas

mágicas
Clássico “O Magico de Oz” faz parte da mostra. Imagem: Warner

De 9 a 20 de março, o CCBB-Brasília investiga a imagem da bruxa ao longo da história do cinema

Da bruxa má dos contos de fadas a símbolo do movimento de afirmação feminina, a figura da bruxa em toda sua complexidade inspira a mostra MULHERES MÁGICAS – REINVENÇÕES DA BRUXA NO CINEMA, que acontece de 9 a 20 de março, no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília. Através de 23 sessões, será possível conhecer como essa personagem tão diversa tem sido concebida por diferentes realizadores cinematográficos desde os primórdios do cinema até os dias atuais.

Com curadoria da pesquisadora Carla Italiano, serão exibidos 25 filmes – 13 longas e 12 curtas-metragens – de vários países e gêneros, com destaque para obras de realizadoras mulheres. Para aprofundar e refletir sobre o tema, será realizado um ciclo de debates online com convidados(as) nacionais e internacionais e uma masterclass com a célebre feminista italiana Silvia Federici. Haverá ainda sessão infantil e sessão com acessibilidade, além da exibição de um recorte da programação on-line. A classificação indicativa vai de Livre a 16 anos – ver programação. Para as exibições presenciais, haverá cobrança de ingressos a R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). A programação onine é inteiramente gratuita, e pode ser acessada pelo site:www.mulheresmagicas.com.br.

Logo na sessão de abertura, no dia 9 de março, quarta-feira, às 19h30, será exibido o filme “Suspiria”, de 1977, um clássico do terror, responsável pelo culto em torno do cineasta italiano Dario Argento. A sessão será apresentada pela pesquisadora Lila Foster e a curadora da mostra Carla Italiano.

A mostra terá ainda exibição ao ar livre da obra-prima “O Mágico de Oz”, de Victor Fleming, 1939, para toda a família.

Atividades Online

Para ampliar ainda mais a reflexão sobre o tema, as exibições presenciais serão acrescidas de uma ampla programação on-line, totalmente gratuita, com debates temáticos, reunindo convidados de relevância nacional, no canal YouTube da mostra, e disponibilização de títulos para visualização on-line no site da mostra. O ciclo completo de atividades on-line terá oito debates, entre março e abril de 2022, além de dois eventos internacionais: a Masterclass on-line com a escritora ítalo-americana Silvia Federici, em abril de 2022; e a Conferência com a pesquisadora portuguesa Teresa Castro, em março de 2022.

. 12 de março (sábado) – 16h

O início das atividades on-line contará com a conferência “Reinvenções da bruxa no cinema”. Contando com tradução em LIBRAS, a conversa reunirá a professora Roberta Veiga (UFMG) e as coordenadoras da mostra Carla Italiano e Tatiana Mitre.

. 15 de março (terça) – 19h30

Será realizado debate on-line sobre “Caça às bruxas medieval: releituras históricas”, reunindo a pesquisadora Gabriela Müller Larocca (PR), o pesquisador Leonardo Amaral (MG) e a crítica Glênis Cardoso (DF/ Verberenas).

. 20 de março (domingo) – 16h

No dia 20 de março, no encerramento da mostra em Brasília, uma mesa on-line terá como convidadas a pesquisadora Letícia Bispo (DF), a professora Milene Migliano (UFRB) e a cineasta indígena Olinda Muniz Wanderley – Yawar, discorrendo sobre o tema “Reencantar o mundo: a bruxa e as perspectivas decoloniais”.

 . 22 de março (terça) – 19h30

A mesa “Mulheres monstruosas e cinema de horror”, contará com tradução em LIBRAS e participação da professora Laura Cánepa (Anhembi Morumbi) e da crítica e pesquisadora Yasmine Evaristo (MG). Mediação de Camila Macedo (PR)

. 26 de março (sábado) – 15h30

Realização de conferência internacional sobre “O retorno das feiticeiras”.  Uma conversa com Teresa Castro (professora de Paris 3 – Université Sorbonne Nouvelle). Com tradução em LIBRAS.

. MASTERCLASS

9 de abril (sábado) – 16h

Masterclass internacional com a pensadora e escritora Silvia Federici (EUA – autora de ‘Calibã e a bruxa’). Mediação da curadora Carla Italiano. Com tradução simultânea e tradução em LIBRAS.

. 19 de abril (terça) – 19h

Encerrando as atividades on-line, a mesa “Esses corpos insubmissos”, reunirá a realizadora Noá Bonoba (CE), a crítica Lorenna Rocha (PE) e a professora Ramayana Lira (UNISUL). Tradução em LIBRAS.

Programação da Mostra

9/03 – QUARTA-FEIRA

19h30 Abertura: Suspiria (98′, Dario Argento, 1977) | 16 anos

Com apresentação da pesquisadora Lila Foster e da curadora Carla Italiano

10/03 – QUINTA-FEIRA

17h50 The Witch’s Cradle (12′, Maya Deren, 1943) | 14 anos

Olá, Rain (30′, C.J. Obasi, 2014)

Feiticeiras, minhas irmãs (31′, Camille Ducellier, 2010)

19h50 Häxan – A Feitiçaria Através dos Tempos (105′, Benjamin Christensen, 1922) | 12 anos

11/03 – SEXTA-FEIRA

17h10 Temporada das bruxas (104′, George A. Romero, 1972) | 14 anos

19h40 A Bruxa do Amor (120’, Anna Biller, 2016) | 14 anos

12/03 – SÁBADO

15h Amores Divididos (110’, Kasi Lemmons, 1997) | 14 anos

17h20 Dias de Ira (98′, Carl Th. Dreyer, 1943) | 12 anos

19h30 Eu não sou uma bruxa (93′, Rungano Nyoni, 2017) [Exibição única] | 12 anos

13/03 – DOMINGO

15h O Mágico de Oz (101′, Victor Fleming, 1939) [legendado] | Livre

17h20 A Máscara do demônio (87′, Mario Bava, 1960) | 14 anos

19h30 O Reino das fadas (16′, George Méliès, 1903) | 12 anos

A Árvore de Zimbro (78’, Nietzchka Keene, 1990)

15/03 – TERÇA

17h20 Häxan – A Feitiçaria Através dos Tempos (105′, Benjamin Christensen, 1922) | 12 anos

19h50 Temporada das bruxas (104′, George Romero, 1972) | 14 anos

16/03 – QUARTA-FEIRA

18h10 A Máscara do demônio (87′, Mario Bava, 1960) | 14 anos

20h30 Sessão Acessibilidade [legendas descritivas] | 14 anos

Kaapora – O Chamado das Matas (20′, Olinda Wanderley Yawar, 2020)

Amarração (7′, Hariel Revignet, 2020)

Praise House (28′, Julie Dash, 1991)

17/03 – QUINTA-FEIRA

17h40 Dias de Ira (98′, Carl Th. Dreyer, 1943) | 12 anos

20h10 Quem tem medo de ideologia? Parte 2 (38′, Marwa Arsanios, 2020) | 12 anos

A dupla jornada (53′, Helena Solberg, 1975)

[Exibição única]

18/03 – SEXTA

17h30 O Reino das fadas (16′, George Méliès, 1903) | 12 anos

A Árvore de Zimbro (78’, Nietzchka Keene, 1990)

19h50 Amores Divididos (110’, Kasi Lemmons, 1997) | 14 anos

19/03 – SÁBADO

15h20 The Witch’s Cradle (12′, Maya Deren, 1943)

Olá, Rain (30′, C.J. Obasi, 2014)

Feiticeiras, minhas irmãs (31′, Camille Ducellier, 2010)

17h20 Sortilégio do Amor (106′, Richard Quine, 1958) [Exibição única] | 12 anos

20h O Martelo das Bruxas (102′, Otakar Vávra, 1969) [Exibição única] | 14 anos

20/03 – DOMINGO

15h20 A Bruxa do Amor (120’, Anna Biller, 2016) | 14 anos

18h20 Transformations (9′, Barbara Hirschfeld,1976) | 16 anos

Boca de Loba (19′, Bárbara Cabeças, 2018)

La Cabeza Mató a Todos (8′, Beatriz Santiago Muñoz, 2014)

Borderhole (14′, Nadia Granados e Amber Bemak, 2017)

[Exibição única]

20h Suspiria (98′, Dario Argento, 1977) | 16 anos

27/03 – DOMINGO

Sessão para toda a família:

O Mágico de Oz (101′, Victor Fleming, 1939) com acompanhamento musical ao vivo | Livre

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: