Capes divulga edital para pesquisa na Amazônia Legal

Ao todo, serão investidos até R$ 56,4 milhões

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) lançou nesta terça-feira (19) edital para o financiamento de 720 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado em até 90 projetos de consolidação da pós-graduação nos estados da Região Norte, Maranhão e Mato Grosso. Ao todo, serão investidos até R$ 56,4 milhões.

A ação incentiva propostas de Planos de Desenvolvimento de Programas de Pós-Graduação (PPGs) em áreas estratégicas da Amazônia Legal. Serão apoiados projetos para consolidar programas já existentes, criar áreas de concentração ou programas dentro das áreas abrangidas pelo edital.

Estão incluídas oito áreas temáticas no programa: biotecnologia, biodiversidade, conservação e recuperação ambiental, saúde pública, doenças tropicais e tecnologias para o trabalho em saúde, combate e prevenção voltados ao enfrentamento de epidemias, engenharias, tecnologia de informação e comunicação, clima, energia e recursos hídricos, produção animal e vegetal sustentável e diversidade sociocultural, sustentabilidade e atividades socioeconômicas.

Para participar, é necessário que os pró-reitores de pós-graduação e pesquisa das instituições enviem propostas com os Planos de Desenvolvimento da Pós-Graduação pelo Sistema de Inscrições da CAPES (Sicapes). Serão três fases de análise – Técnica, Mérito e Prioridade. Serão considerados para pontuação a relevância das propostas, a relevância na pós-graduação e pesquisa, o impacto socioeconômico para os estados e região da Amazônia Legal, as estratégias adotadas para a formação e fixação de pessoal e o potencial para a geração de inovações apropriáveis.

O edital da Capes prevê o financiamento de até R$ 627 mil, sendo R$ 200 mil para custeio e R$ 427 mil para bolsas. Os selecionados terão duas bolsas de mestrado com duração de 24 meses, duas bolsas de doutorado com duração de 36 meses e quatro bolsas de pós-doutorado com duração de 12 meses. As instituições serão responsáveis pela seleção dos próprios bolsistas.

O prazo para submissão das propostas termina no dia 30 de junho. O resultado preliminar está previsto para ser divulgado no dia 2 de setembro. Já o resultado definitivo deve ser divulgado em 22 de setembro deste ano. A implementação dos projetos deve ter início a partir de outubro.

Amazônia Legal

A área conhecida como Amazônia Legal corresponde a 59% do território nacional e é composta pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. O Programa foi lançado em novembro de 2019, em conjunto com as instituições de ensino superior dos estados. A elaboração do Programa contou com a participação direta das IES, que levantaram os pontos fortes e as carências da região.

 

*Com informações da Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?