fbpx

Campeões brasileiros estarão na 96ª Corrida de São Silvestre

silvestre
Marílson dos Santos. Foto: Gazetapress

A tradicional Corrida de São Silvestre acontecerá neste ano, e a largada será amanhã (31), a partir das 7h25

A pandemia também mudou o calendário da São Silvestre, mas neste ano, a tradicional corrida de rua está de volta. E para a  96ª edição, o Brasil contará com dois reforços. A organização confirmou as presenças de dois campeões da principal corrida de rua da América Latina: Emerson Iser Bem, campeão em 1997, e Marílson dos Santos, tricampeão e último atleta nacional a subir no ponto mais alto do pódio, em 2010. Ambos vão prestigiar a Prova neste momento de retomada e largarão junto ao público no dia 31.

Emerson Iser Bem teve resultados expressivos na carreira. Mas foi na São Silvestre que ele obteve sua mais importante conquista. Como se não bastasse vencer a tradicional disputa, ele derrotou o queniano Paul Tergat, maior vencedor da história da Prova brasileira com cinco títulos.

O brasiliense Marílson dos Santos tem o tricampeonato da São Silvestre, com vitórias em 2003, 2005 e 2010. Em seu currículo vencedor, o corredor ainda soma dois títulos na Maratona de Nova York e cinco medalhas pan-americanas, em quatro edições.

Os horários da Prova no dia 31 estão assim: 7h25, Cadeirantes; 7h40, Elite Feminino; 8h05, Elite Masculino e Pelotão Geral. A transmissão da 96ª Corrida de São Silvestre será feita pela TV Globo, a emissora irá exibir as provas femininas e masculinas.

Mais um campeão confirmado

O etíope Belay Bezabh, ganhador da Prova em 2018, irá participar da edição de 2021 da São Silvestre. O corredor chega como favorito e promete esquentar ainda mais a briga pelo topo do pódio. Ao todo, a Elite A masculina de 2021 terá 21 atletas, enquanto no feminino serão 20.

Belay é mais um nome de respeito entre os atletas africanos e sua progressão é indiscutível. Depois do oitavo lugar na Meia Maratona de Valência (Espanha), em 2016, dois anos depois veio ao Brasil e conquistou a São Silvestre, com o tempo de 45min03seg. Já no ano seguinte, em 2019, ele ficou com o título da Meia Maratona da Cidade de Nova York, colocando seu nome entre os grandes vencedores de seu país.

Na 96ª Corrida da São Silvestre, Belay tem tudo para brigar pela ponta no masculino com o queniano Elisha Rotich, recordista da Maratona de Paris em 2021, e o brasileiro Daniel Nascimento, top ten na Maratona de Valência neste ano.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?