fbpx

Startups brasileiras conquistam 75% dos investimentos da América Latina

startups
Foto: Canva Studio/Pexels

De acordo com o relatório Startup Activity Report, o montante total chega a US$ 1.2 bilhões de dólares na América Latina e US$ 892.9 milhões de dólares no Brasil

Em outubro deste ano, as startups brasileiras levantaram US$ 893 milhões em investimentos, representando 75% do valor total captado pelo ecossistema de startups LatAm no período.  É o que mostra o relatório Startup Activity Report, elaborado pela Sling Hub, plataforma de inteligência de dados sobre o ecossistema de startups da América Latina.

O levantamento também aponta um outro destaque positivo – foram 35 M&As (fusões e aquisições) durante o mês, maior resultado já registrado pela plataforma em um único mês. “O movimento de fusões e aquisições é realmente impressionante. Este mês batemos um recorde, foram 35, o maior número de M&As já registrado em um único mês. Mas se olharmos para os últimos meses, desde fevereiro, temos pelo menos uma aquisição de startup LatAm por dia útil”, explica João Ventura, CEO da Sling Hub.

Além disso, a Série A foi a rodada de investimentos mais comum neste mês, totalizando 17 de 92. Destas 17, 08 aconteceram no Brasil. Importante destacar que estas são rodadas consideradas muito importantes, pois transformam startups em scale-ups (etapa de amadurecimento da startup para se tornar uma empresa mais consolidada no mercado) e apenas 2% das startups LatAm atingem este patamar de investimento. Dentre os destaques, a CRM&BONUS fez a maior captação deste tipo no mês – 51,9 milhões de dólares. A startup brasileira também quebrou o recorde de maior captação de sales tech na América Latina.

As fintechs também são destaque no período. Cerca de 27% das rodadas do mês foram feitas por startups de tecnologia financeira. Ainda que não conste no relatório – por não ser mais uma startup – um exemplo é a Getnet, empresa de desenvolvimento e gestão de soluções de meios eletrônicos de pagamento do Santander. A fintech brasileira estreou na Bolsa de Valores de São Paulo e atingiu o valor de mercado de 1,4 bilhões de dólares.

M&As

O último trimestre do ano começou em evidência na área de fusões e aquisições na América Latina – foram 33 compras e 2 fusões, o maior volume de operações em um único mês. Entre os destaques, estão a aquisição da Neoway pela B3 por US$ 333,9 milhões, a Locaweb que adquiriu a Squid, plataforma de gestão de influenciadores, por US$ 32,7 milhões e a Exact Sales na aquisição da Resultys – uma startup de análise de big data focada em bancos de dados públicos.

Depois de se tornar um unicórnio, a Nuvemshop fez seu primeiro M&A, associando-se à empresa de logística Mandaê,  e a TurismoCity adquiriu o Quanto Custa Viajar, com negociações que iniciaram-se no início deste ano e a empresa já conta com 40 colaboradores até o momento. “O crescimento dos investimentos no ecossistema de startups é um dos principais fatores que impulsionam o aumento de M&As, melhorando negócios e fortalecendo as economias da América Latina”, conclui Ventura.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?