fbpx

Plataforma promete modernizar a contabilidade digital no DF

O surgimento de novos negócios impulsionou a B.In Club, plataforma de contabilidade digital, que promete modernizar essa modalidade

plataforma
Foto: Freepik

Levantamento recente realizado pela Serasa Experian revela que 343 mil negócios foram abertos, no comparativo entre fevereiro de 2021 e o mesmo período de 2020. O número revela que o empreendedorismo se tornou um caminho para garantir a renda durante a pandemia.

Além de gerar renda, parte dos novos negócios carregam inovação e a transformação digital, como é o caso da plataforma criada pela B.In Club. Com atuação no Distrito Federal, a empresa oferece soluções digitais voltadas para a contabilidade e gestão empresarial.

Os serviços digitais de contabilidade ainda entram com uma opção mais barata, o que favorece os novos negócios. O novidade parece ainda causar um estranhamento de muitos, mas o professor de Administração no CEUB e especialista em Gestão Pública, Oto Tertuliano, entende o dilema cultural da modalidade e também a desconfiança dos empreendedores. “O ambiente de negócio onde nós estamos inseridos é muito nocivo, com cargas tributárias muito altas. Então, tem muita discussão sobre o motivo pelo qual o empresário não se digitalizou ainda”, disse.

“Eu indico soluções digitais quando é uma ferramenta que vai favorecer a classe contábil e favorecer os empresários, sem desrespeitar as normativas dos órgãos de classe. Dessa forma: seja muito bem-vindo, contabilidade digital”, completa o professor do CEUB.

A instabilidade economia vivida em tempos de pandemia viabilizou o nascimento da plataforma B.In Club. O idealizador da solução Alexandre Barros relata que a ideia surgiu quando Brasília vivia o lockdown no ano passado. Na lista entre os poucos estabelecimentos que poderiam funcionar, estavam os salões de beleza, um serviço considerado essencial, assim como as academias e clínicas odontológicas.

E foi nesse caminho que o projeto tomou forma: “ no momento eu pensei nos salões de beleza e na relação de trabalho entre o salão e o cabeleireiro terceirizado, o valor do lucro nem sempre é dividido de forma justa. Para a contabilidade conseguir fazer essa divisão justa, é preciso um sistema onde seja criado uma nota fiscal já mencionando isso, quanto é do salão e quanto é do profissional, por exemplo”, explica Barros.

O criador da solução ainda explica que o maior diferencial da B.In Club é a rastreabilidade que o empreendedor pode ter, porque a plataforma mostra todas as entradas e saídas, assim como as taxações para o imposto de renda, “a gente pega o operacional da contabilidade digital e junta com a relação humana do contato com o cliente”, conclui.

Além dos salões de beleza, muitas outras empresas podem usufruir dos benefícios da plataforma. Jefferson Moreira é um dos empreendedores que, para economizar, começou fazendo suas próprias finanças, “quando eu era  Microempreendedor Individual (MEI), fiz muito das minhas finanças sozinho, mas quando precisei virar Empresário Individual (EI),  busquei alguém que pudesse me auxiliar não só com a plataforma mas também direcionando como deveria me organizar”.

O empreendedor começou a usar a solução digital no seu segmento de Prestação de Serviços e Consultoria de Tecnologia, e explica que gosta de não ter que lidar com as burocracias da contabilidade tradicional e “apesar de toda a pandemia, A B.In Club solucionou muito bem as questões tanto por videochamadas como também por telefonemas, e isso me poupa muito tempo no dia-a-dia”.

Também no estudo realizado pela Serasa Experian, 27,6% dos entrevistados estão investindo em novas tecnologias para seus negócios. Isso significa que pequenos e médios empreendedores, já estão abrindo suas marcas buscando esse tipo de solução moderna, e irá puxar para que empreendedores mais antigos acostumados a uma contabilidade física se interesse pela facilidade e qualidade de serviços online.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?