fbpx

Oficina de Percussão Experimental em Brasília abre turnê de cursos da ABC Toca no Planalto Central

Pedro Oliveira em ação. Foto: divulgação

Além de Brasília, o grupo fará oficinas em Pirenópolis e Alto Paraíso

ABC Toca
Alunos de agbe. Foto: divulgação.

Nos dias 26 e 27 de março, o Centro Cultural Renato Russo será o cenário de dois animados cursos de percussão, organizados pela ABC Toca, oficina de percussão experimental e sopros criada em 2015 no Rio de Janeiro por Pedro Oliveira.

No turno da manhã, das 11 às 13h as aulas serão de agbe (também conhecido como xererê) . Já na parte da tarde, das 13 às 15h as aulas serão de timbal, alfaia e agogô. O valor de cada curso é R$ 90. Com uma promoção dos dois cursos por R$ 140.

Segundo Oliveira, o projeto toma como base de inspiração ritmos populares brasileiros, porém assumindo sobre eles abordagens abertas a  hibridismos e investigações sonoras.

“Tem módulos inspirados em galope, xote, samba, 12/8, baião e coco, maracatu de baque virado e boi maranhense, sempre com uma pegada experimental. Sempre gosto de frisar a palavra inspirados por que a oficina se assume como experimental”. Explica Pedro.

A formação instrumental da oficina conta essencialmente com agbe, alfaia, timbal e agogô, podendo agregar outros instrumentos de percussão  de acordo com o ritmo trabalhado em cada módulo.

Oficina ao ar livre da ABC Toca. Foto divulgação.

“Os arranjos partem de possibilidades experimentais criadas para o agbe, aos quais se adicionam os outros elementos da bateria, sempre com a intenção de se explorar novas possibilidades de ritmo e timbre”, descreve. 

As apresentações das oficinas contam com o apoio de músicos de trombone, trompete, saxofone e tuba como base melódico/harmônica para os ritmos trabalhados em cada módulo.

Pretende-se futuramente expandir o projeto para se ministrar aulas destes instrumentos, ampliando-se a ABC Toca para uma oficina de percussão e sopro, porém mantendo-se a intensidade do trabalho rítmico e o enfoque do agbe como ponto de partida dos arranjos.

O grupo  se apresenta em espaços públicos como praças, feiras e eventos, além de ministrar workshops como os realizados para o bloco Calango Careta e o promovido no Centro Tradicional de Invenção Cultural na cidade de Brasília.

Leve o seu próprio instrumento

Para participar, não precisa ter experiência mas é necessário levar o seu instrumento. Que pode ser próprio ou mesmo emprestado. Se você ainda não tem, aqui no Distrito Federal, você consegue encomendar o seu agbe na @malungoatelie e na @adaro_instrumentos.

Segundo o luthier da Adaró Instrumentos, Guilherme Luz o preço de um agabe gira em torno de  R$ 280, um médio até R$ 350, um grande. Em uma semana é possível ter o seu próprio e personalizado instrumento.

Sobre Pedro Oliveira

Pedro da ABC Toca
Pedro e o estandarte da ABC Toca. Foto: divulgação

Além criador da ABC Toca, Pedro é percussionista, violonista, compositor, professor de música, arranjador e de vez em quando arrisca uns versos, além de fazer as artes gráficas da oficina.

Atualmente integra a banda Orquestra Voadora, do Rio de Janeiro, além de ministrar aulas de agbe para o bloco do grupo. Também é professor de agbe para o grupo Fanfarrinha. Trabalha em projetos de apresentações artísticas hospitalares vinculados à instituição Doutores da Alegria – RJ. É professor particular de percussão e violão.
Mestrando em Música pela UFRJ na linha de pesquisa Educação Musical. Licenciado em Música pela UNIRIO em 2019.

Serviço

Oficina de Percussão Experimental ABC TOCA

Quando:  26 e 27 de março de 2022
Horário: 11 às 13h aulas de agbe (xererê)
               13 às 15h aulas de timbal, alfaia e agogô
Inscrições: R$ 90 cada cursou ou R$ 140 os dois cursos
Como se inscrever: Para oficina de agbe clique aqui!
                                  Para oficina de timbal, alfaia e agogô clique aqui!
Classificação: Livre! Porém é indicado para maiores de 12 anos.
Informações:  pelo whatsapp (21) 988543727 ou pelo Instagram @abc_toca
Apoio: GDF
Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: