Os Gatunos

OS GATUNOS – 2020 

Vindos do deserto semi-árido de Brasília, Os Gatunos destila sua SURF MUSIC TROPICAL desde 2012, com alguns lançamentos na bagagem como o primeiro disco “Os Gatunos à praia” e o EP lançado pela Lombra Recods, se preparam agora para o segundo disco são obras que registram o ritmo alucinante de timbres quentes da banda, navegando em diversos ritmos, somado à aquele beat característico da Surf Music que faz o seu quadril balançar involuntariamente. 

O repertório se concentra na produção autoral da banda, porém sempre vem à tona versões que foram surrupiadas e devidamente ajustadas à estética sonora d ́Os Gatunos. Um dos shows mais energéticos e divertidos da cidade atualmente, Trio que resgata a simplicidade e o espírito selvagem do Rock ́n ́Roll, resultando numa mistura sonora explosiva. 

Os Gatunos são: Fabrício Paçoca: Guitarra Felipe Rodríguez: Baixo Marcelo Melo: Bateria 

Redes Sociais: Facebook: www.facebook.com/osgatunos Soundcloud: https://soundcloud.com/gatunos_surf Bandcamp: https://osgatunos.bandcamp.com Email: gatunossurf@gmail.com 

Texto: Felipe Rodrigues

Disco – Os Gatunos Vão à praia (Resenha por Fernando Rosa) 

Um disco de música instrumental, no caso, com base na surf music, a essas alturas do campeonato do rock é um desafio por todos os lados. Em primeiro lugar, produzir algo reverente, mas que seja moderno, além dos riffs “clássicos”. Por outro lado, encontrar quem queira ouvir, depois de tantos “revivals” do gênero. Pois não é que Os Gatunos conseguem isso já nos primeiros acordes do disco. 

O que faz a diferença em “Os Gatunos vão à praia”, o primeiro disco da banda, é que eles conseguem o que sempre se perseguiu, um instro-surf “brasileiro”, não apenas pela gravação de covers nacionais. A sonoridade da guitarra, os timbres, os arranjos remetem ao rock nacional de todos os 

tempos, aos pioneiros anos cinquenta, ao instro-surf dos Jordans, à Jovem Guarda, ao Little Quail and The Mad Birds. 

Além da clássica surf music, o disco traz outros gêneros na mistura, como a guitarrada do Pará, que também tem parte de sua origem no rock. “Otarião, surfe!” que abre o disco, dá o conceito geral, soando genialmente rock and roll. “Bendito Merengue” e “Lambada Amansa a Sogra” são os temas que engrossam o caldo da mistura. A versão de “Aquela” (Little Quail and The Mad Birds) é digna um elogio do Gabriel Thomaz. 

Integram Os Gatunos o baterista Marcelo Melo, o baixista Felipe Rodriguez e o guitarrista Fabrício Paçoca. O disco é um lançamento independente e está sendo lançado inicialmente em Brasília. Um grande disco de rock em plena entressafra do gênero, especialmente por nossas bandas. Uma boa pedida para os festivais brasileiros e latinos. 

 

 

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?