fbpx

Fluminense é o novo campeão carioca!

Equipe de Abel Braga empatou com o Flamengo no jogo da volta e conquistou o título estadual

Após uma seca de 10 anos, o Fluminense é campeão carioca. O time do técnico Abel Braga empatou, neste sábado, no Maracanã, com o Flamengo, por 1 a 1, e ficou com o título por ter vencido o primeiro duelo por 2 a 0. Já a equipe rubro-negra falhou em sua tentativa de somar o primeiro tetracampeonato em sua história. O clube das Laranjeiras soma o 32º título estadual, enquanto o rival da Gávea permanece com 37. O Vasco acumula 24 taças e o Botafogo, 21.

Com a necessidade de fazer gols por causa da derrota na primeira partida, o Flamengo buscou o ataque desde o começo, mas sofreu com a velocidade e o bom toque de bola do Fluminense. Logo aos oito minutos, Cristiano e David Braz levaram perigo à meta de Hugo.Apesar da vantagem obtida no primeiro duelo, o Fluminense entrou em campo com o objetivo de marcar o Flamengo forte em sua saída de bola. Com isso, o time rubro-negro ficou sem opções e passou a dar chutão em direção à área tricolor.

E foi desta forma que o Flamengo abriu o placar. Hugo mandou para o campo de ataque, Bruno Henrique ganhou de Nino e a bola sobrou para Arrascaeta. O uruguaio escapou pela esquerda e cruzou para Gabriel Barbosa abrir o placar.

O torcedor que esperava uma pressão ainda maior do Flamengo se surpreendeu com a atitude do Fluminense, que passou a tomar a iniciativa do jogo. Com boa distribuição de Paulo Henrique Ganso, o time das Laranjeiras obteve o empate, aos 43 minutos, com Cano.

O segundo tempo foi muito nervoso, com a maioria dos jogadores pressionando a arbitragem em qualquer lance. Foram poucos os momentos de perigo. Aos 14, Cano foi lançado dentro da área. O argentino dominou e tentou passar por Filipe Luis, que tocou na bola com a mão. O árbitro foi até o VAR e confirmou a penalidade. Cano bateu no meio do gol e Hugo defendeu.

Daí para frente o que se viu no gramado do Maracanã foi um Flamengo bastante nervoso, enquanto o Fluminense esbanjou raça e vontade, principalmente com o trio de zagueiros formado por Manoel, Nino e David Braz.

Nos minutos finais, Abel colocou o experiente Fred em campo. Já Paulo Sousa trocou Gustavo Henrique por Willian Arão. Fred, que entrou com a intenção de arrumar confusão, conseguiu o que queria e acabou expulso com Bruno Henrique.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: