fbpx

F4: Felipe Barrichello Bartz satisfeito com testes em Goiânia

felipe
Piloto com o chefe de equipe Beto Cavaleiro
Foto: Vanderley Soares

Em dois dias de treinos na capital goiana, Felipe Barrichello Bartz andou 500 KM, praticamente a distância Goiânia-Brasília duas vezes e meia

O paulista Felipe “Pipe” Barrichello Bartz participou nesta semana de dois dias de testes com seu Fórmula 4 no autódromo internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO), que receberá em outubro a quinta etapa da nova categoria do automobilismo de base nacional.

Pipe avaliou os testes de intertemporada de forma bastante positiva e, além de conhecer o traçado goiano de 3.835 metros, pode trabalhar bastante no acerto do carro, realizar vários testes e confirmar, felizmente, a melhora nos freios de seu carro, que na primeira etapa, mês passado, no Velocitta (SP), prejudicou o desempenho do piloto.

“Foram dois dias de muito trabalho, completamos várias voltas e foi bastante positivo. O objetivo de conhecer o traçado e desenvolver o set up do carro foi alcançado. Andamos 500 km, o que só traz benefícios para entendermos o carro, que é o que mais faz diferença neste estágio inicial. Quanto mais quilometragem, mais vantagem”, comentou Pipe, que faz sua estreia nos monopostos e ainda não conhecia a pista goiana.

“No primeiro dia, completei 77 voltas, fizemos vários testes e acertos e fiquei muito feliz com o rendimento do carro. O freio finalmente melhorou e, sem este problema, tenho certeza de que poderemos lutar por grandes resultados ao longo do ano”, continuou o piloto, que mesmo enfrentando problemas no Velocitta, fez três grandes corridas e, num final de semana de superação, foi ao pódio em uma das provas e pontuou nas outras duas corridas da rodada tripla inicial. O piloto ocupa a quinta colocação na temporada.

“No segundo dia, a pista estava mais quente no final do treino da manhã e início da tarde e, mais uma vez, testamos várias coisas. Pela manhã, chegamos a passar um jogo de pneus novos, mas justo neste momento tivemos um problema com o aerofólio traseiro, o que não nos permitiu virar um tempo melhor e saber exatamente a performance do carro nessas condições”, explicou Pipe.

“À tarde, com um pneu de 15 voltas e com o problema na asa resolvido, consegui fazer o mesmo tempo da manhã, então, um dia que começou difícil terminou de uma forma melhor, com uma evolução. Ainda temos muito a trabalhar, mas sem dúvida foram dois dias de testes muito positivos”, completou o piloto de 17 anos, que corre pela equipe Cavaleiro Sports.

Com o adiamento da etapa prevista para Brasília, no início de julho, a Fórmula 4 Brasil só voltará à pista no final de julho (30 e 31), em Interlagos (SP). Já a etapa goiana será disputada em 23 de outubro.

Confira como está a Fórmula 4 Brasil, após uma etapa (Top-10):
1. Pedro Clerot 62
2. Ricardo Gracia 37
3. Nicholas Monteiro 30
4. Lucas Staico 24
5. Felipe Barrichello Bartz 22
6. Fefo Barrichello 22
7. Nicolas Giaffone 18
8. Victor Backes 13
9. Lucca Zucchini 10
10. Richard Annunziata 8

Próximas etapas da Fórmula 4 Brasil:
Etapa 2 – 31/07 – Interlagos (São Paulo, SP)
Etapa 3 – 04/09 – Local a definir
Etapa 4 – 25/09 – Velocitta (Mogi Guaçu, SP)
Etapa 5 – 23/10 – Goiânia (Goiânia, GO)
Etapa 6 – 20/11 – Brasília – Super Final BRB (DF)

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: