Câncer de Mama: DF oferecerá teste genético a mulheres com risco

Teste detecta mutação em gene que aumenta chance de desenvolver doença

Foto: Divulgação/Sociedade Brasileira de Mastologia

O mês de combate ao câncer de mama é o Outubro Rosa, porém a luta contra a doença e a favor da conscientização da população deve ser exercitada diariamente. Ontem (26), o governador Ibaneis Rocha chancelou uma determinação que obriga os hospitais públicos do Distrito Federal (DF) a realizarem teste de mapeamento genético em mulheres com elevado risco de desenvolver câncer de mama. A lei já está publicada no Diário Oficial do DF.

Segundo o texto da nova regra, é dever do Executivo distrital garantir todos os recursos necessários à disponibilização do teste genético em mulheres classificadas em laudo médico como de alto risco de desenvolver câncer de mama. O exame identifica mutação no gene BRCA. Caso seja encontrado alterações nos genes BRCA 1 e BRCA 2 os alertas devem ficar ligados, pois ambos aumentam muito as chances da mulher desenvolver câncer de mama ou de ovário. 

“A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal deve preparar os laboratórios dos seus hospitais para credenciá-los na coleta do material”, diz a publicação. Fora isso, o GDF tem o prazo de 60 dias para editar os atos necessários para a execução fidedigna da lei.

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?