fbpx

Brasil sediará mundiais de skate

As competições serão realizadas em novembro, no Rio de Janeiro

 

O skate brasileiro sempre foi um destaque internacional. Daqui saíram vários atletas que ganharam títulos importantes a nível mundial e levantaram a bandeira do nosso país, como: Bob Burnquist. Contudo, após as Olimpíadas de Tóquio  2021, os atletas da modalidade ganharam mais visibilidade dos compatriotas que ligavam as televisões de madrugada para acompanhar a estreia do esporte radical nos Jogos Olímpicos.

Nesta segunda-feira (2), mais um grande passo foi dado pelo skate aqui no Brasil, que deve ganhar ainda mais fãs em breve. Se já foi emocionante torcer para Rayssa Leal pelas telinhas, imagina acompanhar a Copa do Mundo  da categoria park e street no Rio de Janeiro? Pois é, a World Skate (federação internacional da modalidade) confirmou que o Mundial será realizado neste ano no Rio de Janeiro.

Vale ressaltar que estes são os eventos considerados mais importantes da temporada, além de serem importantes na luta pela classificação para a próxima edição dos Jogos Olímpicos, em 2024 em Paris (França).

De acordo com a Confederação Brasileira de Skate (CBSk), as duas competições serão disputadas na Praça Duó, no Rio de Janeiro (RJ). A primeira será o RIO World Skate Park World Championships, entre 2 e 9 de outubro. Depois será a vez do RIO World Skate Street World Championships, entre 9 e 16 de outubro.

“Com dois Campeonatos Mundiais [para o street e para o park] a World Skate está feliz de ter no Rio de Janeiro a verdadeira casa dos melhores skatistas do mundo. Estamos muito orgulhosos de premiar com dois eventos tão importantes o Rio e, claro, o Brasil, um dos mais relevantes países na comunidade do skate. No Rio, os skatistas vão competir pelo título oficial de campeão mundial e ao mesmo tempo somar pontos importantes pensando nos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris, seguindo o sistema classificatório recentemente aprovado pelo Comitê Olímpico Internacional”, afirmou o presidente da World Skate, Sabatino Aracu.

“Mais uma vez o Brasil se tornará a casa do skate mundial, assim como já aconteceu em 2019. É uma dupla conquista para o skate brasileiro. Tanto institucional, pelo fortalecimento da CBSk, quanto para os próprios skatistas, que poderão competir com o apoio da torcida brasileira”, declarou o presidente da CBSk, Eduardo Musa.

*Com informações de Agência Brasil

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: