Acolhimento da população em situação de rua do DF é destaque nacional

Acolhimento
Acolhimento é feito para população em situação de rua. Foto: Joel Rodrigues Agência Brasília

Sedes é convidada para apresentar ações e resultados do trabalho realizado durante a pandemia

Para evitar a proliferação da Covid-19 na população em situação de rua, o Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), criou cerca de 500 vagas de acolhimento durante a pandemia do novo coronavírus. Esta, entre outras ações emergenciais, essas colocaram o DF em patamar de destaque em nível nacional neste período de isolamento social.

O reconhecimento desse trabalho ocorreu nesta sexta-feira (26), quando a Secretaria de Desenvolvimento Social foi convidada pelo governo federal para apresentar, para os gestores nacionais, estaduais e municipais, o trabalho que vem sendo executado para este público.

A metodologia foi divulgada durante a live da Rede Suas, organizada pela Secretaria Nacional de Assistência Social, do Ministério da Cidadania. A Rede Suas é um instrumento descentralizado de gestão, monitoramento e avaliação de programas, serviços, projetos e benefícios da Assistência Social.

A secretária nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Mariana Neris, definiu como “extraordinário” o trabalho desempenhado pelo GDF com o objetivo de acolher esse público.

“Trata-se de uma complexidade que se agrava nesse contexto tão delicado de uma pandemia”, define. “Seguimos repassando um conjunto de orientações técnicas para que os gestores possam adaptar os serviços e as rotinas de atuação lá nas pontas”, complementou.

Alojamentos

De acordo com a equipe de Abordagem Social da Sedes, atualmente, 1.500 pessoas encontram-se em situação de rua. O alojamento provisório do Autódromo, no Plano Piloto, está com 184 acolhidos, tendo 16 vagas disponíveis. Já na unidade de Ceilândia, 181 pessoas estão em quarentena, com 19 vagas de acolhimento.

Em cada alojamento, foram montados 50 contêineres, com capacidade para quatro adultos cada, do sexo masculino. A estrutura conta ainda banheiros, área para a lavagem de roupas, refeitório, onde são servidas três refeições diariamente e a área de convivência e lazer.

Nas unidades, há ainda mais quatro contêineres destinados ao isolamento dos acolhidos com suspeitos de Covid-19.

 

*Com informações Sedes

Ler esta notícia me deixou:
shares
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?