fbpx

Abry Gastrobar: sabor e requinte na Cidade das Artes

Todo carioca que se preza torce para que a Cidade das Artes seja muito bem aproveitada, depois de tantos gastos e polêmicas envolvendo sua construção. Mas se tem alguém fazendo sua parte para isso é o Abry Gastrobar, que ocupa um espaço no primeiro andar com direito a varanda e vistão. Fui com a família e um casal (todos vacinados) para conferir a casa, inaugurada no final do ano passado. Era um domingo tranquilo de sol, mas de tempo frio: clima perfeito para um bom café da manhã caprichado! Quer saber se a gente curtiu? Confira nesta edição da coluna Contexto Carioca 😉

Abry Gastrobar
Ambiente requintado, vista privilegiada e boa gastronomia são os diferenciais do Abry Gastrobar, na Cidade das Artes. (Créditos: divulgação)

Visitar a Cidade das Artes não é um programa muito comum pra mim, morador do Humaitá – salvo quando há espetáculos imperdíveis como o Bem Sertanejo, que assisti com todo conforto e qualidade de som que a sala oferece. O lugar fica um pouco afastado: lembro quando o terminal Alvorada, na Barra, era a “última fronteira” do Rio na longínqua década de 90… Hoje ele é logo ali e tem conexão direta com a Cidade das Artes. Só a estrutura arquitetônica e atrações permanentes como a maior maquete de lego da América Latina, representando a cidade do Rio, já justificam uma visita.

Abry Gastrobar
O Abry oferece cardápio variado, que inclui café da manhã, brunch, opções à la carte e feijoada às sextas e domingos.

A entrada é gratuita e o estacionamento está liberado enquanto houver vacinação no local. O Abry Gastrobar é a cereja no bolo: uma casa confortável, com decoração bonita, uma vista sensacional e boa qualidade na mesa. Eu e minha esposa pedimos o café completo (combo 3 – R$ 102), que inclui 2 bebidas quentes, 2 sucos, 2 ovos mexidos, 6 unidades de pão de queijo, cesta de pães, frios, manteiga/ requeijão, iogurte com mel e granola, frutas da estação, 2 fatias de bolo e 2 mini-sanduíches quentes.

Cidade das Artes
Arquitetura faraônica da Cidade das Artes já vale a visita. A maior maquete de lego da América Latina, na galeria, também é atração permanente.

Com exceção dos pães de queijo, que estavam frios e duros, tudo era bom: o capuccino saboroso, o suco de laranja bem servido, os ovos mexidos com tomate e cebola estavam gostosos. Dava para perceber a qualidade de itens como o iogurte, o requeijão, a manteiga e o mel. A quantidade de frios era farta e a cesta continha diferentes tipos de pães integrais – muito bons, mas a quantidade poderia ser maior (pedimos uma extra).

“O Abry nasceu depois de 16 anos em que trabalhamos com outros restaurantes no Centro do Rio. Tínhamos o desejo de ter um restaurante em um lugar charmoso, onde nossos amigos e clientes pudessem tomar café na varanda, almoçar, fazer reuniões de negócio e apreciar o ‘sunset’ com comidinhas gostosas, drinques deliciosos e ao som de música ambiente”, conta Adriana Abry, sócia-proprietária.

Abry Gastrobar
Tapioca com tartar de salmão, crispies de alho poró e chips de rabanete com guacamole. (Créditos: divulgação)

A casa conta com jazz ao vivo às sextas e a próxima novidade musical será o projeto “sunset”, com DJ na varanda, aos domingos. O Abry Gastrobar abre diariamente às 10h e, além do café da manhã, oferece um cardápio que inclui destaques como a tapioca com tartar de salmão, crispies de alho poró e chips de rabanete com guacamole (R$ 32) – uma entrada cheia de classe.

Às sextas e domingos também é possível saborear uma feijoada (buffet R$ 72) e, a cada 15 dias aos domingos, a casa oferece um belíssimo brunch (buffet R$ 70). Para quem vai curtir um espetáculo na Cidade das Artes e quer conhecer o Abry, é importante saber que a casa fecha meia noite, às sextas, e às 23h aos sábados.

DICA CARIOCA

Hoje a dica da coluna une o útil ao agradável, com um espetáculo que está em cartaz na Cidade das Artes: Bora Rir (@borarirstandup). Não sou frequentador de shows de stand up, mas lembro quando fui assistir ao Zenas Embrovisadas, com Marcelo Adnet e companhia, no Vivo Rio. Hilariante! O Bora Rir é dirigido por mais um comediante carioca que despontou naquela “geração MTV”, o Paulinho Serra (@paulinhoserra10).

Cidade das Artes
Flávio Andradde, Felipe Absalão, Lilian De Mattos e Wêlson são as atrações de hoje no Bora Rir, na Cidade das Artes.

Depois de passar por vários bares, restaurantes e teatros ao redor do Brasil, o espetáculo acontece todas as sextas de agosto e setembro, às 20h30 na sala eletroacústica. A cada semana, o Bora Rir traz novos talentos do humor brasileiro. Hoje (6/8) é a vez de Flávio Andradde (@oflavioandradde), Felipe Absalão (@felipeabsalao), Lilian De Mattos (@liliande.mattos) e Wêlson (@eusouwelson). Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), a classificação é 16 anos. Divirta-se!

CLIQUE AQUI E OUÇA A PLAYLIST DA COLUNA DESTA SEMANA!

Conheça outras descobertas de Gabriel Versiani pelo Rio de Janeiro em outras edições da coluna Contexto Carioca aqui!

Acompanhe o colunista @gabrielversiani.rj também no Instagram!

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?