fbpx

Papelarias do DF têm até sexta para se credenciar no programa Cartão Material Escolar

 71 mil estudantes carentes serão beneficiados pelo programa, que  já credenciou mais de 200 estabelecimentos. Governo promete comprar cerca de R$30 milhões em material nos estabelecimentos cadastrados

 

Termina nesta sexta-feira (10) o prazo para que os donos de papelarias do Distrito Federal se se habilitem no programa Cartão Material Escolar. O governo ampliou de R$ 18 milhões para R$ 30 milhões o orçamento deste ano destinado ao benefício. Também foi ampliado o número de beneficiários atendidos com a inclusão de alunos do ensino especial e da educação infantil. A expectativa é atender 71 mil estudantes de famílias carentes.

O credenciamento das empresas está sendo feito no Simplifica PJ, que fica na QI 19, lotes 28 a 32, em Taguatinga. Até esta segunda-feira (6) mais de 200 empresários já tinham se habilitado a fornecer o material. Cada um dos estudantes dos níveis infantil, fundamental e ensino especial receberá R$ 320. O estudante do ensino médio receberá R$ 240.

edital prevê cinco tipos distintos de lista de material escolar, cada uma para um nível de ensino. Na educação básica, por exemplo, serão 42 itens a serem comercializados pelas papelarias. Já no ensino especial, o estudante poderá escolher até 172 itens da lista, entre mochilas, cadernos, lápis, borrachas e outros materiais pedagógicos.

Para participar do programa, as empresas devem estar em dia com as obrigações fiscais, trabalhistas e previdenciárias, além de entregar a documentação exigida no edital. Os pais dos alunos ainda não estão inscritos no programa devem procurar as escolas dos filhos para ter direito ao benefício, distribuído exclusivamente a estudantes de família atendidas no programa Bolsa Família, do Governo federal.

Com informações da AGÊNCIA BRASÍLIA *Secretaria de Desenvolvimento Econômico 

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?