fbpx

Gabriel Casagrande brilha na primeira etapa da Stock Car

gabriel
Largada da primeira bateria, com o pole position Casagrande à frente
(Marcelo Machado de Melo/Vicar)
  • A Corrida de Duplas marcou o início da temporada da Stock Car e muitos pilotos conhecidos estiveram no grid em Interlagos;

  • Felipe Massa fez uma dupla histórica, o brasileiro correu com Timo Glock, o alemão que marcou a derrota de Massa na briga pelo título na Fórmula 1 em 2008;

  • Rubens Barrichello correu com o filho, Dudu, mas não foi um fim de semana nada fácil;

  • O campeão da Fórmula Indy, Tony Kannan, dividiu o carro com Pietro Fittipaldi, que terminou em quinto na segunda bateria, após largar em 20o;

Está aberta a temporada 2022 da Stock Car Pro Series, e para começar o ano, a categoria realizou a Corrida de Duplas no Autódromo de Interlagos em São Paulo. E quem brilhou no fim de semana foi Gabriel Casagrande e Gabriel Robe. O campeão do ano passado venceu a primeira bateria, e na segunda, Robe terminou em segundo. Com o resultado, Casagrande, de 26 anos, terminou o fim de semana como líder do campeonato, a diferença para o segundo colocado, Daniel Serra, é de 9 pontos.

“Robe merecia essa chance”

Casagrande destacou o fato de se manter em alta e comemorou muito o resultado obtido por Gabriel Robe, seu convidado. “Não tem jeito melhor de começar a defesa do título do que com uma vitória. Digo isso principalmente pelo Robe, porque ele é um cara que merecia muito essa chance (de competir na Stock Car). Confiei plenamente nele, e acho que a escolha foi muito acertada. A gente fez o que veio para fazer: pole-position, vitória e volta mais rápida, e muitos pontos. Claro que é o início do campeonato, mas foi um importante primeiro passo”, disse o atual campeão.

Interlagos foi palco de duas corridas memoráveis. Na primeira delas, disputada apenas pelos pilotos oficiais, Casagrande largou na pole-position e venceu, seguido por Camilo e Serra. Marcos Gomes foi o quarto, enquanto Ricardo Zonta terminou em quinto. Gaetano Di Mauro foi o sexto, seguido por Júlio Campos, Galid Osman, Rafael Suzuki e Allan Khodair. Átila Abreu, que largou em 21º, ganhou dez posições para fechar em 11º, mas escalada maior ainda obteve Guilherme Salas, 15º depois de ter largado em 32º e último. Rubens Barrichello e Felipe Massa abandonaram em razão de problemas mecânicos.

Segunda bateria: vitória na estreia

Após a inversão dos dez primeiros do grid, a segunda bateria foi disputada apenas pelos pilotos convidados. O espanhol Albert Costa, convidado de Allam Khodair, largou na pole e manteve a frente. O catalão liderou com firmeza até a parada para a troca do pneu. Na volta para a pista, o convidado de Khodair deixou o carro escapar do traçado e perdeu a ponta para Enzo Elias, que cruzou a linha de chegada na frente e triunfou logo na sua corrida de estreia. Um presente de aniversário atrasado para quem completou 20 anos no último dia oito de fevereiro.

Elias vibrou com a conquista neste domingo. “É literalmente uma descarga de felicidade e emoção. A gente passa muita coisa para estar aqui… Eu me preparei muito e foquei muito nisso desde que recebi o convite. Só tenho a agradecer a todo mundo que me ajudou, principalmente ao Galid, por ter me proporcionado a chance de estar aqui”, comentou.

Gabriel Robe, que largou em décimo, escalou o pelotão e lutou com Augusto Farfus (convidado de Daniel Serra) pelo terceiro lugar nas voltas finais – mas não o superou. Robe garantiu o quarto lugar que valeu à parceria com Casagrande a vitória geral neste domingo. Pietro Fittipaldi (convidado de Tony Kanaan) largou em 21º e terminou em quinto, enquanto o holandês Jeroen Bleekemolen, que pilotou o carro de Rafael Suzuki, foi o sexto.

Campeão da Stock Series em 2017 e atual vice-campeão da categoria de acesso, Gabriel Robe comemorou ter ajudado Casagrande e aproveitou para pleitear um lugar no grid da Stock Car. “Não tenho palavras para agradecer ao Gabriel pela oportunidade. Terminar em quarto depois de sair em décimo e dar a vitória geral é o que importa. Dei bons pontos para o Gabriel brigar pelo título. Espero que isso tenha sido visto por todos os que estiveram aqui, investidores e patrocinadores. É a chance que busco de subir para a categoria principal. Mostrei que tenho condições de disputar de igual para igual com eles”.

A segunda etapa da Stock Car Pro Series em 2022 está marcada para 20 de março e será disputada no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO).

Resultados em Interlagos:

Bateria 1:
1º – Gabriel Casagrande/Gabriel Robe (AMattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – 19 voltas
2º – Thiago Camilo/Dennis Dirani (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 2s849
3º – Daniel Serra/Augusto Farfus (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 4s073
4º – Marcos Gomes/Beto Cavaleiro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 4s407
5º – Ricardo Zonta/Danilo Dirani (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 9s561
6º – Gaetano di Mauro/Gabriel Bortoleto (KTF Sport/Chevrolet Cruze) – a 10s802
7º – Julio Campos/Marçal Müller (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 11s704
8º – Galid Osman/Enzo Elias (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 12s379
9º – Rafael Suzuki/Jeroen Bleekemoelen (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 13s196
10º – Allam Khodair/Albert Costa (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 15s056

Bateria 2:
1º – Galid Osman/Enzo Elias (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – 19 voltas
2º – Allam Khodair/Albert Costa (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 4s129
3º – Daniel Serra/Augusto Farfus (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – a 7s997
4º – Gabriel Casagrande/Gabriel Robe (AMattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) – a 10s135
5º – Tony Kanaan/Pietro Fittipaldi (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 17s386
6º – Rafael Suzuki/Jeroen Bleekemoelen (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 18s905
7º – Ricardo Zonta/Danilo Dirani (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 20s670
8º – Thiago Camilo/Dennis Dirani (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 22s583
9º – Julio Campos/Marçal Müller (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) – a 23s348
10º – Lucas Foresti/Pietro Rimbano (KTF Sport/Chevrolet Cruze) – a 24s283

Classificação do campeonato:
1º – Gabriel Casagrande, 41 pontos
2º – Daniel Serra, 32
3º – Thiago Camilo, 31
4º – Galid Osman, 25
5º – Ricardo Zonta, 23
6º – Allam Khodair, 22
7º – Marcos Gomes, 19
8º – Rafael Suzuki, 19
9º – Júlio Campos, 18
10º – Gaetano di Mauro, 15

Campeonato por equipes:
1º – AMattheis Vogel Motorsport, 41
2º – Ipiranga Racing, 40
3º – Shell V-Power, 37
4º – Eurofarma RC, 32
5º – Full Time Bassani, 28
6º – RCM Motorsport, 23
7º – Blau Motorsport, 22
8º – Cavaleiro Sports, 19
9º – Lubrax Podium Stock Car, 18
10º – KTF Sports, 18

Todos os vencedores da Corrida de Duplas
2014 – Felipe Fraga e Rodrigo Sperafico – Vogel Motorsport – Chevrolet Sonic JL G-09
2015 – Ricardo Maurício e Néstor Girolami – Eurofarma RC – Chevrolet Sonic JL G-09
2016 – Marcos Gomes e Antonio Pizzonia – Voxx Racing Team – Peugeot 408 JL G-09
2017 – Daniel Serra e João Paulo de Oliveira – Eurofarma RC – Chevrolet Cruze JL G-09
2022 – Gabriel Casagrande e Gabriel Robe – AMattheis-Vogel – Chevrolet Cruze JL G-09

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: