fbpx

Brasília terá shopping ao lado do aeroporto até 2024

A construção do centro de compras está prevista para começar no primeiro trimestre de 2023

Partage Shopping Brasília
Partage Shopping Brasília deve começar a ser construído no primeiro trimestre de 2023 – Foto: Jaqueline Husni/Agência Brasília

Na noite desta quarta-feira (8), foi divulgado o projeto do shopping que abrangerá aproximadamente 61 mil m² de área construída, ao lado do Aeroporto Internacional de Brasília, o segundo maior aeroporto do país, por onde passam 40 mil passageiros diariamente, onde será anexado um centro de compras e lazer. O empreendimento de R$ 700 milhões tem a previsão de gerar mais de 3,5 mil empregos diretos.

O Partage Shopping Brasília foi apresentado em uma cerimônia para investidores, empresários e convidados. “Será um espaço extraordinário, de vanguarda, e este é um dos projetos mais importantes da América Latina”, garantiu Adriano Capobianco, diretor comercial e novos negócios da empresa idealizadora do empreendimento.

O vice-governador Paco Britto esteve no evento e congratulou os encarregados pelo projeto. Além disso, ele ressaltou que o Governo do Distrito Federal (GDF) valoriza e respeita todos os empresários que investem na capital. “Obrigado por terem escolhido Brasília para este empreendimento que é um investimento tão significativo, com geração de emprego tão expressiva. Aqui existe um governo, comandado por Ibaneis Rocha, que valoriza o empresário, o gerador de emprego, de impostos e de renda”, afirmou Paco.

O novo shopping está previsto para ser inaugurado até 2024. O centro comercial vai abrigar 137 lojas, seis restaurantes, sete salas de cinema, academia, e contar com 3 mil vagas de estacionamento. A estimativa é de que as obras iniciem no primeiro trimestre de 2023 – três parques temáticos que fazem parte do complexo serão as primeiras construções erguidas.

Conexão com as pessoas

“Esse empreendimento tem a missão de aproximar o aeroporto das pessoas, da cidade”, acredita o diretor de Assuntos Corporativos da Inframérica – empresa que há 10 anos administra o aeroporto de Brasília –, Rogério Coimbra. “O aeroporto é o cartão de visitas da cidade. É um lugar de conexão de pessoas, polo gerador de empregos, o aeroporto é um equipamento fundamental para o desenvolvimento econômico da cidade”, enfatizou Coimbra.

O ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho, evidencia no projeto a possibilidade de investimento do setor privado na capital federal. “Sensacional ver a ideia de empreendedores que acreditaram na cidade para um projeto desta magnitude, mas que só é assim porque é sensacional ter um governo como o de Ibaneis Rocha, com essa visão pró-business, como o vice-governador acabou de demonstrar.”

O espaço também terá parques, áreas de entretenimento, shows, arvorismo e uma academia integrada ao parque nativo existente, centro de eventos e até hotel. “A ideia é criar um destino. Onde a pessoa não venha apenas para fazer compras, mas que passe o dia todo aqui”, pontuou o diretor comercial e de Novos Negócios da Inframérica, Ian Joels.

*Com informações de Agência Brasília

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: