fbpx

RN: Inscrições abertas para o programa Quartzo

quartzo
Foto: Unsplash

Ao todo serão selecionados 50 negócios tradicionais para participar do programa de transformação empreendedora de mulheres negras do Rio Grande do Norte

A BlackRocks Startups – hub de inovação preto – em parceria com o Sebrae-RN, anuncia a realização de mais uma edição do Quartzo, um programa de aceleração focado no desenvolvimento e impacto social de negócios tradicionais liderados por mulheres negras do Rio Grande do Norte.

Para participar a empresa precisa ter pelo menos uma mulher negra entre os sócios, possuir CNPJ ativo e domiciliado no Rio Grande do Norte, com operação mínima de 6 meses e faturamento no mercado tradicional. Os negócios que se encaixam nesse perfil podem se inscrever gratuitamente até o dia 19/06 no site: https://digital.rn.sebrae.com.br/lp/projeto-quartzo 

“O Quartzo é um programa de aceleração focado na transformação do negócio e de impacto social de empreendimentos tradicionais liderados por mulheres negras. Um projeto especial da BlackRocks em conjunto com o Sebrae-RN e que vai proporcionar troca de experiências e conhecimentos, com acesso a ferramentas e estratégias para modelar negócios mais inovadores e oportunidades no mercado”, explica Maitê Lourenço, idealizadora do Quartzo, fundadora e CEO da BlackRocks. “Maximizar as oportunidades e conexões transformadoras que fomentem a inovação dessas mulheres para que exponenciem seus negócios e potenciais de liderança é nossa entrega inegociável”.

Principais pontos do programa 

Diferentemente do ecossistema de inovação, o programa surge como um potencializador de empreendimentos tradicionais do Estado, contribuindo para o aperfeiçoamento de técnicas e instrumentos a serem ensinados ou desenvolvidos em mentorias, workshops, consultorias de gestão e palestras. Além disso, a metodologia do Quartzo também conta com a preparação de novos modelos de negócio para o mercado, a troca de conhecimentos entre eles, o ecossistema empreendedor e outros potenciais parceiros.

A duração do programa será de quatro meses, iniciando em julho e finalizando em outubro deste ano. Segundo o Diretor Técnico do Sebrae RN, João Hélio Cavalcanti, o Quartzo é um marco na atuação da instituição de apoio às micro e pequenas empresas no Rio Grande do Norte e um importante agente de mudança nas perspectivas de sustentabilidade e prosperidade das empresas selecionadas pelo programa. “A transformação digital é mais do que inovação e adoção de tecnologia ou modelo de negócio. É um passo relevante para se chegar a novos mercados, aumentar a competitividade e ampliar a geração de lucro nas empresas dessas mulheres empreendedoras. No programa, nossa missão é apoiar, fortalecer e orientar essas empresas, objetivando garantir a presença delas num contexto mais tecnológico e competitivo”, avalia João Hélio Cavalcanti.

Incentivar e contribuir para que mulheres ocupem mais espaço e posições de autonomia, destaque e poder, motivou muito a criação desta edição do Quartzo. Segundo a CEO da BlackRocks, era preciso buscar apoiadores com propósito alinhado e sólido em relação ao público do programa, então, o encontro com o Itaú Mulher Empreendedora e a IFC foi um encaixe muito oportuno.

“O programa Itaú Mulher Empreendedora reúne um conjunto de soluções para inspirar, capacitar e conectar empresárias. Buscamos inspirar e incentivar a partir da história e experiência de mulheres que criam novas referências de liderança e sucesso, além de inseri-las aos ambientes adequados para expandir redes de relacionamento, realizar negócios, parceria e troca de informações. O Quartzo é ligado ao nosso propósito e às entregas que pretendemos fazer para as mulheres negras do Rio Grande do Norte”, explica Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Empreendedorismo do Itaú Unibanco, responsável pelo Itaú Mulher Empreendedora.

Desde o lançamento do Itaú Mulher Empreendedora, a IFC contribui com apoio estratégico, técnico e financeiro para estimular a participação feminina nos negócios e na economia. “A igualdade de gênero está no foco da agenda de desenvolvimento da IFC no Brasil. Criar condições para dar oportunidades às mulheres, especialmente às mulheres negras, no ambiente digital e tecnológico é cumprir com nossa estratégia e também apoiar a inclusão e a expansão das oportunidades econômicas no país”, afirma Carlos Leiria Pinto, Gerente Geral da IFC no Brasil.

A inspiração para o nome do programa está nesse que é o segundo mineral mais abundante da Terra, e o Brasil é um dos países mais rico em variedades de quartzo.  Com estrutura cristalina, a pedra preciosa amplia e purifica energias, possui a capacidade de produzir eletricidade quando submetido a pressão e tem uso diversificado – da construção civil à fibra ótica. Essas características se assemelham ao perfil das pessoas que empreendem: versáteis, diversas, dedicadas, múltiplas. Segundo Maitê, o desenho da iniciativa partiu de uma provocação de mão dupla: trazer as oportunidades do digital para o tradicional e levar as especialidades do offline para o mundo digital.

Ler esta notícia me deixou:
Open chat
Olá,
Agradecemos o seu contato! Como podemos te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: